CAN2010/ Selecção da República de Angola

NOTÍCIAS FOTOS E VÍDEOS
ESTE FORUM SERÁ DEDICADO A ASSUNTOS RELACIONADOS COM A ATUALIDADE DESPORTIVA E CULTURAL ANGOLANA. PRETENDE-SE AINDA QUE SEJA UM ESPAÇO DE PARTILHA CULTURAL E DESPORTIVA ENTRE ANGOLA E PORTUGAL.

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 7:50 am

Imagem
Criancas em Benguela ensaiam para animar as partidas Nigéria x Benin e Egipto x Moçambique
Imagem
Selecção do Mali
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 7:52 am

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 7:53 am

O grito de `Vitória´ dos Palancas no momento que antecede ao jogo contra o Malawi
Imagem
Imagem
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 7:55 am

Imagem
Imagem
Imagem
`Em Deus confiamos´diz o cartaz do torcedor dos Palancas Negras
Imagem
Selecção Nacional do Egipto
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 7:57 am

Imagem
Palancas Negras `fustiga´ último reduto do Malawi e vence por 2-0
Imagem
Imagem
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 7:59 am

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 8:01 am

Imagem
Imagem
Selecção Nacional da Argélia
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 8:02 am

Imagem
Imagem
Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor António Kalunga em Quinta Jan 21, 2010 8:03 am

Imagem
António Kalunga
Top membros
 
Mensagens: 203
Registado: Quarta Out 14, 2009 5:36 pm

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor Vitor Oliveira em Sábado Jan 23, 2010 2:07 pm

Imagem
Camarões: Eto´o ausente do treino «por precaução»

Por Redacção

O «capitão» da selecção camaronesa, Samuel Eto´o esteve ausente do treino desta sexta-feira, a segunda vez desde que a comitiva dos Camarões iniciou a participação na Taça das Nações Africanas (CAN-2010).

«Isto é uma precaução», disse à AFP fonte próxima dos «leões indomáveis».

O avançado do Inter chegou à CAN-2010 com uma pequena mazela no pé direito, mas sofreu um toque no tornozelo esquerdo no passado domingo, com a Zâmbia, e saiu a coxear no final do empate com a Tunísia (2-2).

Outra fonte de informação relatou à AFP que Eto´o se ausentou para se reunir com o ministro do Desporto dos Camarões.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor Vitor Oliveira em Sábado Jan 23, 2010 2:11 pm

22-01-2010 18:11

CAN2010
Angola e Cote d'Ivoire apontadas como possíveis finalistas


Cabinda - Angola e Côte d'Ivore são apontadas como possíveis finalistas da 27ª edição da Taça de África das Nações pelo ministro da
Juventude, Desporto e Lazer ivoirense, Dagobert Banzio.
Em entrevista à Angop, o governante sustentou que a selecção nacional de Angola assenta o seu jogo na base do colectivo, além de que, possui atletas
com capacidade técnicas para decidir, à semelhança da Côte d'Ivoire.
O ministro, que acompanha a evolução do seleccionado do seu país, destacou o ataque dos Palancas Negras, onde pontificam Flávio Amado (3
golos) e Manucho Gonçalves (2 golos).
“Angola tem uma grande selecção e com alguns atletas que já demonstraram muita qualidade. É por isto que acredito que pode chegar à
final, fundamentalmente por estar a jogar com o apoio de todos os angolanos”, frisou.
Quanto a prestação de Didier Drogba e compatriotas, disse que depois do periodo tenso vivido na primeira fase, o conjunto já poderá jogar ao seu
nível, sem nenhum tipo de pressão, facto que a coloca também na lista dos prováveis finalistas.
Para chegar aos quartos-de-final Angola venceu o grupo A, em Luanda, com cinco pontos. Empatou na primeira jornada diante do Mali, 4-4,
venceu na ronda a seguir o Malawi (2- 0) e voltou a repartir pontos na derradeira ronda da fase inicial, com a Argélia, a zero bolas.
Enquadrada na série B, com sede em Cabinda, a Côte d'Ivoire terminou na primeira posição com quatro pontos. Empatou na estréia diante do Burkina
Faso a zero bolas e venceu a seguir o Ghana, por 3-1. Este grupo ficou reduzido a três selecções dada a desistência do Togo devido a acção
terrorista do dia 08, em Massadi.
Nos quartos-de-finais, Angola defronta domingo o Ghana, no estádio Nacional 11 de Novembro, enquanto a Côte d'Ivoire joga no mesmo dia,
no recinto de Chiazi, diante da Argélia.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor Vitor Oliveira em Sábado Jan 23, 2010 2:13 pm

CAN Angola, infra-estruturas e imagem
Manuel Ennes Ferreira ()
0:00 Sábado, 23 de Jan de 2010

Esperava-se que o CAN Angola 2010 fosse uma festa. Há-de ser ainda, certamente, mas já foi manchado pela tragédia ocorrida em Cabinda. Independentemente das razões que possam assistir à FLEC, utilizar uma delegação desportiva, causando morte, para dar continuidade à sua acção no terreno é simplesmente condenável. Ponto final. Mas entremos no CAN. Confesso que esperava ver nas ruas mais vida em torno deste campeonato. Só à medida que as horas foram correndo e a tarde começou a fazer nervoso miudinho é que esses sinais se tornaram mais visíveis. E imagine-se o que se passava na mente de cada um quando Angola atingiu os quatro a zero! A partir daí, e falo por mim e pelo grupo com quem partilhava o jogo, o sentimento começou a ser de alguma piedade pelo adversário. Afinal, também era de mais. Não era! Foi a reviravolta e a estupefacção. O que virá a seguir é uma incógnita e é caso para dar razão à gíria dos comentaristas: a bola é redonda e prognósticos só no fim. Entretanto, venha daí, para esquecer, mais uma Cuca. Ou, em alternativa, uma Sagres do grupo Unicer, que é, aliás, um dos patrocinadores da selecção angolana. Tal como para esta, também para a Unicer a esperança é a última a morrer. A notícia mais recente relativamente ao investimento que pretende efectuar no mercado local indica que está quase... mas esse quase começou, recorde-se, em 2003! Quando a fábrica estiver a laborar, possivelmente já se farão sentir efeitos de algumas infra-estruturas que, por força da realização do CAN, foram aceleradas. A reabilitação de estradas e dos aeroportos são um sinal visível e útil. Mas muito ainda há por fazer. O problema da energia eléctrica, doença crónica, continua a ser mais do que uma dor de cabeça, quer para os particulares quer para as actividades económicas. E se a realização do CAN pretendeu mostrar uma Angola diferente, em paz e com pujança económica, não tenho a certeza de que este tenha sido o melhor momento. Compreende-se, enquanto objectivo político e diplomático, que se quisesse realizar este evento agora. Mas os constrangimentos à recepção de turistas, por exemplo, a par dos problemas que limitam em muito o dia-a-dia, não ajudam. Teria sido melhor guardar os milhões gastos em estádios para mais tarde? Para outras prioridades? É um tema que, eventualmente, terá sido bem ponderado. Mas olhar para aqueles quatro estádios faz recordar o caso dos estádios para o Europeu em Portugal. Até no pormenor do estádio de Benguela se situar na segunda província com maior dinamismo em Angola e não ter, surpreendentemente, nenhuma equipa na 1ª divisão do campeonato nacional de futebol. Como acontece com o Algarve e o estádio de Faro, ou de Aveiro... Enfim, espera-se que tenha havido algum estudo económico custo-benefício que demonstre o impacto positivo futuro. Porque o custo para o país na perspectiva político-diplomática foi logo na véspera da inauguração do CAN bastante elevado e comprometedor.

Manuel Ennes Ferreira
Professor do ISEG

Texto publicado na edição do Expresso de 16 de Janeiro de 2010
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor Vitor Oliveira em Sábado Jan 23, 2010 2:16 pm

22-01-2010 23:59

CAN2010
Síntese das principais notícias do CAN2010 das últimas 24 horas

CAN2010 Síntese das principais notícias do CAN2010 das últimas 24 horas


Luanda - A Agência Angola Press (Angop) incluiu no seu serviço noticioso das últimas 24 horas, entre outras, as principais matérias da Taça de África das Nações em futebol, que Angola acolhe desde 10 a 31 deste mês:

Asseguramento

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Angolanas (FAA), general Francisco Furtado, garantiu, na província da Huíla, a prontidão dos militares para a segurança no decorrer da Taça de África das Nações em Angola.

Preparação

Trezentos bailarinos profissionais de Luanda estão engajados nos ensaios para a cerimónia de encerramento da Taça de África das Nações Orange-Angola2010, a acontecer dia 31 deste mês, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda.

Prontidão

Os serviços de bombeiros em Cabinda têm escalado um efectivo de 120 elementos para a prevenção e controlo de eventuais casos de incêndios durante o jogo dos quartos-de-final entre a Côte d'Ivoire e a Argélia, domingo, no Estádio Nacional de Chiazi.

Partilha

O avançado angolano Flávio Amado e o médio maliano Seydou Keita co-lideram a lista de melhores marcadores da Taça de África das Nações Orange-Angola2010, com três golos cada, após a disputa da primeira fase.


Surpresa

O secretário-geral da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), António Bastos, manifestou-se surpreso com o desempenho dos Palancas Negras na Taça de África das Nações Orange-Angola2010, uma vez que não se registaram jogos fáceis.

Avaliação

O embaixador da República Federal da Nigéria, Layiwola Laseinde, qualificou perfeito o nível organizativo da Taça de África das Nações, que Angola realiza desde o dia 10 de Janeiro em quatro cidades do país.

Disciplina

Com apenas um amarelo, a selecção nacional do Egipto foi a menos advertida disciplinarmente durante a primeira fase da Taça de África das Nações, seguida das similares da Nigéria (2) e Angola e Ghana cada com três.


Preparação

Uma sessão baseada nos aspectos técnicos e tácticos dominou, no estádio dos Coqueiros, em Luanda, o treino da selecção nacional do Ghana que defronta domingo a sua similar da Angola, para os quartos-de-final da Taça de África das Nações Orange-Angola2010.

Escala

A selecção da Argélia, que domingo defronta a sua congénere da Côte d'Ivoire para os quartos-de-final do CAN2010, no estádio de Chiazi, em Cabinda, está desde o princípio da manhã nessa cidade proveniente de Luanda.

Vaticínio

Angola e Côte d'Ivoire são apontadas como possíveis finalistas da 27ª edição da Taça de África das Nações pelo ministro da Juventude, Desporto e Lazer ivoirense, Dagobert Banzio.

Advertência

Os adeptos que se apresentarem em estado de embriaguês ou sob influência de outras substâncias proibidas serão impedidos de entrar, domingo, no Estádio 11 de Novembro, para assistirem o jogo dos quartos-de-final entre as selecções de Angola e do Ghana, informou o Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional (PN).

Constatação

A qualidade dos quatro estádios construídos em Luanda, Benguela, Cabinda e Huíla, para albergar o CAN2010, foi considerada de topo mundial pelo ministro da Juventude, Desportos e Lazer da Côte d'Ivoire, Dagobert Banzio.

Crença

O bispo da Igreja Metodista Unida em Angola, Gaspar Domingos, manifestou-se confiante na vitória dos Palancas Negras diante do Ghana, nos quartos-de-final da Taça Africana das Nações Orange-Angola 2010, domingo, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda.

Reconhecimento

Jornalistas tunisinos que cobriram durante 15 dias os jogos e outras envolventes do grupo D, com sede no Lubango, elogiaram as condições de trabalho nesta cidade e agradeceram a solidariedade dos colegas angolanos.

Prontidão

O Serviço de Emergências Médicas (SEM) vai destacar domingo, 24, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, e arredores, uma equipa de 150 pessoas para fazer face a eventuais incidentes que possam ocorrer no dia do jogo entre as selecções de Angola e do Ghana, partida decisiva para as meias finais da Taça de África das Nações Orange-Angola2010.

Optimismo

O técnico principal da selecção de futebol do Ghana, o sérvio Milovan Rajevac, disse que, apesar da motivação reinante no seio dos Palancas Negras, existem condições para a equipa ghanense ultrapassar este adversário, mesmo com o apoio do seu público.


Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor Vitor Oliveira em Domingo Jan 24, 2010 7:51 am

23-01-2010 19:01

CAN2010
Teste de "fogo" agita balneários de Angola e Ghana


Luanda – As selecções nacionais de Angola e do Ghana entram em campo ao cair da tarde deste domingo, para o primeiro jogo dos quartos-de-final do CAN2010, num desafio de resultado imprevisível que pode entrar para a história, principalmente do país anfitrião.
ImagemSelecção nacional de Angola

Trata-se do primeiro embate oficial entre as duas formações, na maior prova futebolística de África, ao qual se apresentam com visíveis diferenças em termos de eficácia, sendo os angolanos mais “esmagadores”, com seis golos marcados, em três jogos disputados na fase de grupos.
Angola entra para esse importante “teste de fogo” com mais 90 minutos em relação as Estrelas Negras, que efectuaram apenas dois jogos, por força do calendário, obtendo uma marca de dois golos marcados e três sofridos.
Em termos numéricos, o Ghana apresenta melhor solidez defensiva, consentindo menos um golo em relação aos Palancas Negras, que têm ligeira vantagem teórica, por jogarem em casa e estarem motivados pela conquista do primeiro lugar no Grupo A (05 pontos).
A menos de 24 horas da realização da partida, é grande a agitação no balneário das duas formações, em cujos planteis podem estar ausentes atletas preponderantes, com particular referência para os angolanos Zuela e Flávio (melhor marcador da prova, com três golos, a par do maliano Seydou Keita).
Os ghanenses, que ficaram em segundo lugar no Grupo B, atrás da Côte d’Ivoire, vêm-se também penalizados pela ausência da sua principal estrela Michael Essien (lesionado), que deixou a equipa nas mãos de um grupo jovem, cujo futebol assenta nos médios Azamoah Kwandwo e Ayew André.
Sem o médio do Chelsea da Inglaterra e os experientes Stephen Appia e Sulley Muntari (estes dois excluídos antes do início da prova, por lesão), as Estrelas Negras terão a dura tarefa de segurar um plantel que tem na frente de ataque uma das mais eficientes duplas da prova: Flávio e Manucho.
A julgar pelo palmarés dos dois contendores, o Ghana (tetra campeão africano) surge como um duro osso de roer para os angolanos, liderados por Flávio, Manucho e Gilberto, que apenas uma vez experimentaram o “fogo” dos quartos-de-final, curiosamente no país do seu adversário.
Com esses atractivos, a partida de domingo tem tudo para pôr em “chama” o Estádio 11 de Novembro, onde devem estar 50 mil frenéticos adeptos, na maioria puxando pelos Palancas Negras, que sonham fazer história.
A festa promete parar o país, onde é grande a movimentação do 12º jogador, que tem nesse encontro o tema central de conversa.
A sonhada qualificação às meias-finais mexe com homens e mulheres, jovens, adolescentes, crianças, políticos, diplomatas, desportistas, artistas, funcionários públicos, vendedores (…), todos esperançados que a segunda “aventura” de Angola nos quartos-de-final será de vez.
No CAN do Ghana (2008), a esperança transformou-se em pesadelo, depois de uma derrota ante o poderoso Egipto (2-1), que interrompeu uma surpreendente performance da fase de grupos (05 pontos).
Porém, poucos acreditam que essa realidade venha a acontecer em plena prova caseira, a julgar pelas prestações de Angola na primeira fase.
A pouco mais de 24 horas da realização do jogo é grande a procura de bilhetes nas agências oficiais, onde já se tornou público o esgotamento dos mesmos, daí antever-se um ambiente frenético domingo, que pode ser complementado com futebol de primeira linha.
As duas equipas apresentam claras diferenças em termos de postura táctica e palmarés, mas trazem a mesma ambição e predisposição, que assegura, desde já, um jogo repartido, onde sairá vencedora a formação mais fria e concentrada, ao longo dos 90 minutos de jogo.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: CAN2010/ Selecção da República de Angola

Mensagempor Vitor Oliveira em Domingo Jan 24, 2010 7:55 am

24-01-2010 7:46

CAN2010
Mantorras é o "rei" do matraquilho no Calor Tropical


Luanda - O avançado da selecção nacional Pedro Mantorras tem sido a principal figura do plantel no hotel Calor Tropical, onde os Palancas Negras estão hospedados desde o passado dia 4 do corrente. A sua perícia no jogo é superior se comparado a outro atleta, inclusive dos funcionários do referido estabelecimento.
Trata-se de futebol, mas não propriamente daquele praticado por seres humanos. Na verdade, o jogador do Sport Lisboa e Benfica é o melhor nos jogos de futebol de mesa. O atacante da selecção angolana “bateu” todos os que apareceram no seu “caminho”, desde os colegas da equipa aos funcionários da unidade hoteleira.
De acordo com Gerson dos Santos, chefe da recepção, Mantorras era apontado pelos colegas como o melhor neste passatempo, no entanto, para comprovar, o mesmo ganha coragem e desafiou o “número nove” dos Palancas para um confronto, pois tem é o melhor no hotel.
Vangloriando-se de já ter humilhado o defesa direito Jamuana, Gerson viu o seu pedido de "duelo" ser aceite e, no dia do encontro, certificou-se que a habilidade do avançado da selecção não está só nas pernas, mas também nas mãos.
“Ganhei o primeiro jogo e perdi o segundo. Na partida decisiva, para o desempate, venci novamente, mas ele pediu para continuarmos e acabei derrotado por 5-2”, contou a fonte.” Já estava cansado e ele (Mantorras) aproveitou-se disto, mas reconheço que é um craque no matraquilho”.
Avançado dos Palancas também é o mais simpático
Além deste passatempo, o avançado dos Palancas, que jogou apenas na segunda jornada da Taça de África das Nações diante do Malawi, é também conhecido pela sua simpatia e simplicidade. “Todos eles têm boa relação connosco, mas Mantorras é um caso a parte, conversa normalmente com os empregados e até oferece presentes”, realçou Gerson dos Santos.
Palancas alteram modo de vida
O empregado explicou que a sua vida mudou completamente com a entrada da selecção no Hotel Calor Tropical, pelo facto de apenas aos finais de semana consegue sair para ver a família.
No entanto, vive os seus momentos de fama uma vez que, ao contrário de dezenas de adeptos que se concentram no arredor do estabelecimento para ver ou falar com um atleta, ter o privilégio de estar com os jogadores diariamente.
Momentos estes que se reflectem na família, amigos e vizinhos, que tentam fazer dele seu intermediário junto dos atletas. Material de publicitário e camisolas da selecção são também muito solicitadas pelas pessoas próximas do funcionário.
“É uma honra trabalhar para selecção é um sacrifício que vale a pena. Antes só via estes jogadores na televisão, agora falo com eles pessoalmente”, frisou, acrescentando que está a ser uma boa experiência.
Matraquilos, Snooker e Internet dominam tempos livre
No tempo livre, os atletas do combinado angolano passam a maior parte do tempo na sala de jogos do hotel. O matraquilho e o snooker são os mais concorridos, mas a quem opta pelo quarto ou um outro canto da hospedaria para navegar na internet, falar com amigos ou ver partidas de futebol.
A piscina, com mais de dois metros de profundidade, também tem preenchido o tempo dos atletas, embora não com a mesma frequência que as opções anteriores, assim como as leituras nos jornais ou qualquer canal informativo que, principalmente, fala do CAN.
Dias Caires é o mais brincalhão
O defesa central Dias Caíres tem sido o grande humorista no seio da selecção nacional. Independentemente do resultado dos jogos no CAN, a moral do jogador está sempre alta e tenta transmitir o mesmo aos colegas.
As falhas durante os jogos são muitas vezes abordadas de forma humorística pelo número quatro dos Palancas que, mesmo não sendo psicólogo, acabar por fazer os companheiros compreender que as falhas são normais, como nos contou um dos atletas.
“O Dias faz-nos rir todos os dias, conta cenas passadas dos tempos do Petro de Luanda e das outras selecções. Aqui no hotel é ele que nos levanta a moral”, explicou a fonte
Setenta funcionários para cuidar da selecção
O hotel Calor Tropical começou a ser construído à três anos, mas não passava pela cabeça da gerência que os primeiros clientes seriam os Palancas Negras. O estabelecimento, situado no município da Samba em Luanda, conta com 70 empregados que trabalham em regime de turno para que não falta nada aos hóspedes que são considerados especiais.
Segundo Duarte Gomes, gerente, os Palancas merecem um atendimento especial, não só por se tratarem dos primeiros clientes, mas por representarem uma nação. Até a segurança merece cuidados específicos e por isso contam com várias câmaras de vigilância, 15 elementos que alternam os turnos de 12 em 12 horas, além da segurança pessoal da selecção.
Com quatro estrelas, o Calor Tropical tem 32 quartos single, oito duplos e três suites juniores.
Hotel Calor Tropical ganha projecção nacional
Desde que ficou decidido que iriam hospedar os Palancas Negras durante a Taça de África das Nações, a decorrer de 10 a 31 de Janeiro, o hotel que é habitado pela primeira vez, saiu do anonimato e ganhou projecção nacional.
"Tivemos uma inauguração de luxo, melhor que isso seria pedir demais. Mais do que os benefícios financeiros, a estadia da selecção aqui nos deu muita projecção", conta o gerente Duarte Gomes, informando que existem já muitas reservas para depois do CAN.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal
---------

AnteriorPróximo

Voltar para CULTURA E DESPORTO DE ANGOLA

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron