CRIMINALIDADE

DESENVOLVIMENTO - SAÚDE - ECONOMIA - LIBERDADE - CRIMINALIDADE - LUSOFONIA

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Jul 24, 2009 3:03 am

Análise
Governo do Huambo reunido em 5ª sessão ordinária




Huambo - Os membros do Governo da Província do Huambo estão reunidos, hoje, na sua 5ª sessão ordinária, durante a qual vão analisar a situação delituosa da província, o fornecimento de energia eléctrica e o abastecimento de água potável.





Sob orientação do governador Albino Malungo, a reunião vai também abordar aspectos relacionados com a proposta para a 1ª fase de beneficiação da central hidroelectríca do Kuando, a partir do rio com o mesmo nome.





Serão ainda analisados os projectos de apoio à reintegração sócioeconomica dos grupos vulneráveis da província do Huambo (BAD), bem como o relatório fotográfico rodoviário Caála-Ganda (Huambo-Benguela), que será apresentado pela construtora Odebrechet.





No acto de abertura da reunião, o governador Albino Malungo reconheceu que a província que dirige é uma região dinâmica, da qual se espera muito.





Realçou estarem preocupados com o índice de criminalidade na província e as queimadas anárquicas, desaparecendo as diversas espécies animais.





Albino Malungo recomenda aos órgãos de direito a responsabilizarem as pessoas que destroem a mata com fogo ou de outra forma, prejudicando a biodiversidade.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Jul 29, 2009 3:12 am

Balanço
Polícia Nacional no Namibe regista cinco crimes em três meses




Namibe - Cinco crimes de homicídio voluntário foram registados pelo Comando provincial da Polícia Nacional do Namibe, no período de Maio a Junho deste ano.





Em declarações hoje, terça-feira, à Angop, o porta-voz do referido Comando, o Superintendente Rodolfo Óscar Jorge, frisou que comparativamente ao primeiro trimestre, verificou-se a diminuição de quatro casos de crimes de homicídios.





O oficial superior da Polícia Nacional desta província afirmou que os crimes de homicídios referenciados, três são praticados com armas brancas e dois por espancamentos.





Rodolfo Óscar Jorge, acrescentou que da cifra dos crimes resultaram na detenção de cinco detidos como os presumíveis autores, sendo quatro detidos do município do Namibe, um no Camucuio.





Em relação ao primeiro trimestre deste ano, a unidade havia registado nove detidos.





As principais causas destes crimes foram, justiça privada, a crença ao feiticismo, bebidas alcoólicas, entre outros.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Jul 30, 2009 3:10 am

Namibe
Registados mais de 20 crimes

Namibe - O Comando Provincial da Polícia Nacional no Namibe registou 28 crimes de natureza diversa, no período de 20 a 26 deste mês, informou hoje o porta-voz da corporação, superintendente Rodolfo Óscar Jorge.

Falando à Angop, o oficial explicou que, comparativamente a semana anterior, a unidade verificou aumento de 12 crimes.

Nesse período, acrescentou, fez-se a detenção de 29 cidadãos, tendo sido esclarecidos 25 processos.

Entre os principais crimes notificados em toda extensão da província, destaca-se as ofensas corporais voluntárias, roubo, furtos, posse de liamba, entre outros.

As causas principais foram a elevada taxa de desempregados, apetência pelo lucro fácil, ingestão de bebidas alcoólicas e as divergências pessoais.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Jul 31, 2009 2:20 am

Kwanza Sul
Registados 30 crimes em sete dias

Sumbe - Trinta crimes foram registados nos últimos sete dias pelo Comando da Polícia Nacional, na província do Kwanza Sul, indica o relatório semanal da corporação, distribuído hoje à Angop.

O número de casos registados nesse período, refere o documento, iguala-se aos da semana anterior.

A polícia deteve 22 cidadãos, indicados por vários crimes, dos quais 29 foram esclarecidos, correspondendo a uma operatividade de 96 porcento.

Entre os delitos, destacam-se homicídios voluntários, ofensas corporais, uso e posse de liamba, fogo posto, injúrias, aproveitamento de obras usurpadas e exercício ilegal de função pública.

Os municípios mais delituosos foram Sumbe, Porto-Amboim, Cela, Libolo, Amboim e Kibala.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 04, 2009 2:29 am

Polícia
Registado aumento de criminalidade em Luanda

Luanda - O Comando Provincial da Polícia Nacional em Luanda registou, de 26 de Julho a 02 de Agosto, 180 crimes de natureza diversa, mais 14 em relação a igual período anterior, soube hoje a Angop de fonte policial.

De acordo com o porta-voz do referido comando, Nestor Goubel, dos delitos destacam-se oito homicídios voluntários e 12 casos de violações sexuais. Os restantes foram ofensas corporais, fogo posto, ameaças de morte, furtos, roubos de motorizadas, viaturas e telemóveis.

Por suposta prática desses crimes, foram detidos 55 cidadãos nacionais, na sua maioria desocupados, com idades entre os 18 e 35 anos.

Os municípios da Ingombota, Samba, Maianga e Viana são os que mais casos de crimes se registaram.

Com uma população estimada em mais de cinco milhões de habitantes, fazem parte da província de Luanda os municípios da Ingombota, Samba, Sambizanga, Cazenga, Rangel, Kilamba Kiaxi, Cacuaco e Viana.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Ago 06, 2009 4:16 am

Moxico
Dezasseis cidadãos detidos suspeitos da prática de 26 crimes

Luena - Dezasseis cidadãos foram detidos pelo comando provincial da polícia nacional suspeitos da prática de 26 crimes, indica o relatório semanal da corporação entregue hoje (quarta-feira) à Angop.

Segundo o documento, dos delitos registados destacam-se nove ofensas corporais, seis furtos e três roubos, causados por justiça por mãos próprias, desavenças entre famílias, ciúmes, crise social e económica e uso excessivo de bebidas alcoólicas, registados no município do Moxico (sede), Luacano e Cameia.

Em actividades de prevenção e combate a criminalidade foram realizadas quatro micro-operações e 14 buscas dirigidas, que terminaram com a detenção de três cidadãos, implicados em crimes de furtos e ofensas corporais.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Ago 07, 2009 2:51 am

Kwanza Norte
Polícia detém 28 cidadãos

Ndalatando - Vinte e oito cidadãos foram detidos pelo comando da Polícia Nacional na província do Kwanza Norte, suspeitos de serem autores de 36 crimes ocorridos nesta localidade, de 27 de Julho a 03 de Agosto, informou hoje o porta-voz da corporação, subintendente Gaspar José.

Falando à Angop, o oficial explicou que nesse período constatou-se uma redução de cinco delitos em relação aos sete dias da semana anterior.

Disse terem tido um “saldo de 99 por cento de operatividade policial, perante o esclarecimento de 35 crimes”.

A polícia registou 13 casos de ofensas corporais, três furtos, três roubos, duas conduções ilegais, duas posses e uso de estupefaciente, uma violação e um caso de fogo posto, sendo os municípios de Cazengo (sede provincial) e Cambambe, com 15 e seis crimes, respectivamente, os mais delituosos do período em análise.

Relativamente às ofensas corporais, Gaspar José referiu que a maioria foram praticadas com recurso a objectos cortantes, contundentes e por espancamentos.

No final o oficial enalteceu colaboração da população no âmbito da denúncia e esclarecimento dos crimes registados, factor que contribuído para a pronta intervenção das forças da ordem e consequente detenção dos criminosos.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Ago 10, 2009 1:22 am

Zaire
Polícia regista 16 crimes em sete dias

Mbanza-Kongo - Dezasseis crimes diversos foram registados de 29 de Julho a 05 de Agosto do corrente ano, pelo Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional.

Segundo o relatório semanal da corporação, foram detidos 12 presumíveis autores dos crimes, na sua maioria de ofensas corporais graves, abuso de confiança, especulação, furto, roubo, violação de menor e uso e posse de estupefaciente, vulgo liamba.

Os municípios de Mbanza-Kongo e Soyo, com 6 e 5 casos, foram os mais afectados seguindo-se os do Nzeto e Kuimba, com 4 e 1 crime, respectivamente.

No domínio da viação e trânsito, a polícia registou sete acidentes, que resultaram em um óbito e três feridos.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Ago 10, 2009 1:53 am

Seminário
Conselho Nacional da Juventude prepara colóquio sobre delinquência juvenil

Angop



Luanda - O Conselho Nacional de Juventude (CNJ) vai promover, no dia 12 deste mês, na capital do país, um seminário nacional sobre a "Problemática da Delinquência Juvenil", procurando o contributo da sociedade civil para procura de soluções dos problemas sociais da juventude.

Segundo o presidente do CNJ, Cláudio Aguiar, em entrevista hoje (sexta-feira) à Angop, em Luanda, pretende-se mobilizar a juventude angolana para o combate à delinquência juvenil, desencorajar a prática de comportamentos desviantes no seio da juventude, contribuir para o resgate dos valores morais e cívicos e criar uma rede nacional de organizações comprometidas com o combate à delinquência juvenil e incutir o espírito de patriotismo e amor ao próximo nas camadas mais jovens.

O dirigente juvenil avançou ainda que outra das pretensões é levar os angolanos a encontrarem as soluções adequadas para ajudar a juventude a desassociar-se de práticas nocivas ao desenvolvimento harmonioso do país.

"Enquanto plataforma juvenil e parceiro privilegiado do Governo, o CNJ não pode ficar indiferente perante a estas patologias sociais, cujas consequências põem em causa o desenvolvimento harmonioso da sociedade e das famílias angolanas", reforçou.

De acordo com a fonte, a organização deste evento vai reunir jovens e especialistas em diversas questões sociais, para, de uma forma séria e em conjunto, unirem esforços tendentes a sensibilizar a camada juvenil angolana na mudança de comportamentos.

Para isso, disse o dirigente juvenil, o CNJ prioriza no seu plano de actividades acções que visam combater a delinquência juvenil em todas as províncias e promover a mudança de mentalidades, com vista ao resgate dos valores morais e cívicos na sociedade angolana.

Apesar de tratar-se de uma tarefa ingente, o CNJ está ciente e compromete-se implementar, em parceria com as demais organizações filiadas e parceiros sociais, campanhas de educação cívica no quadro do seu projecto Cidadania e Participação juvenil de forma a ajudar a combater a delinquência, assim como desencorajar comportamentos desviantes no seio da juventude.

O programa prevê a realização de palestras, colóquios mesas redondas, veiculação de spots publicitários entre outras acções a serem realizadas em todo país.

O projecto, segundo avançou Cláudio Aguiar, vai contar com o apoio institucional do Ministério da Juventude e Desportos no âmbito do "Programa Angola Jovem" e a colaboração de parceiros sociais com destaque ao UNICEF.

Com a implementação do presente projecto, o CNJ dá inicio um amplo movimento nacional que se propõe consciencializar os jovens com vista ao resgate dos valores morais e cívicos bem como combater a criminalidade.

Temas como "O Papel da juventude no combate à delinquência e Criminalidade", "Problemática da Violência Doméstica", "Delinquência Juvenil", "Estratégias para a sua Mitigação", entre outros temas, farão parte do trabalho.
Você não tem permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 11, 2009 3:04 am

Crimes na província do Bengo
10 de Agosto, 2009 Tamanho da letra Enviar Enviar artigo por E-Mail
Nome do remetente: E-mail do destinatário: Comentário: O Comando Provincial do Bengo da Polícia Nacional registou, de 29 de Julho a 5 de Agosto, 21 crimes de diversa natureza, menos três do que na semana anterior.
Segundo um documento emitido sábado pela corporação, dos crimes notificados figuram ofensas corporais, furtos, homicídios voluntários, roubos, ameaças, introdução em casa alheia e condução ilegal. Indiciados na prática destes crimes, 19 cidadãos nacionais foram detidos.
O Comando Provincial do Bengo da Polícia explica que durante o período em análise o município do Dande registou 17 crimes, Icolo e Bengo três e Quissama um.
No mesmo período, a Polícia desmantelou um grupo de marginais denominado “Os desagres”, composto por quatro elementos que praticavam assaltos à mão armada e actos de vandalismo nos bairros periféricos da cidade de Caxito.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Ago 12, 2009 3:32 am

Angola expulsa estrangeiros que viviam em situação ilegal
Adelaide Mualimusi | Ondjiva - 11 de Agosto, 2009 Tamanho da letra Enviar Enviar artigo por E-Mail
Nome do remetente: E-mail do destinatário: Comentário:

Pelo menos 61 cidadãos estrangeiros de diversas nacionalidades foram expulsos do país pelo Serviço de Migração e Estrangeiros, através do posto de fronteira de Santa Clara, na província do Cunene, durante o segundo trimestre, por entrada e estadia ilegal em território nacional.Uma nota do Serviço de Migração e Estrangeiros diz que do grupo fazem parte 48 namibianos, seis da Guiné Conacry, dois senegaleses, igual número de zambianos e nigerianos e um cidadão gambiano.
No mesmo período nove cidadãos angolanos foram expulsos da vizinha República da Namíbia, através do posto fronteiriço de Oshikango, com destino à província do Cunene, por permanência ilegal naquele território.
O Serviço de Migração e Estrangeiro na província do Cunene registou e controlou a entrada de 42.323 cidadãos, sendo 28.685 estrangeiros, e a saída de 55.148 cidadãos, dos quais 34.690 estrangeiros. Nesse período foram encaminhados para a Procuradoria-Geral da República 127 cidadãos, dos quais 107 estavam detidos na Direcção Provincial de Investigação Criminal.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Ago 14, 2009 1:47 am

Colóquio
Mudança da mentalidade é o maior desafio dos jovens - Reverendo





Luanda - O reverendo Adriano Quilende apontou hoje, quarta-feira, em Luanda, a mudança de mentalidade e de atitude perante a sociedade como um dos principais desafios da juventude angolana na actualidade.






Segundo o reverendo, que falava sobre o tema “A droga e o alcoolismo no seio da juventude”, no âmbito do colóquio sobre delinquência juvenil, uma organização do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), enquanto os jovens não se consciencializarem do seu papel e importância no desenvolvimento do país, tornar-se-á difícil leva-los a praticar acções positivas e construtivas.






“O maior desafio que a nossa geração tem hoje, depois do alcance da paz é a mudança de mentalidade que deve ser um desafio que todos nós precisamos começar a praticar onde estamos: na igreja, na escola, na organização juvenil, no bairro e até mesmo nos nossos empregos”, disse.






De acordo com o religioso, é necessário usar os meios legais ao alcance dos bons costumes e valores morais e cívicos aceites na sociedade angolana. “Temos a nossa força, nossa inteligência, tempo e dedicação para fazer com que Angola possa ser uma boa pátria para se viver com jovens lúcidos”, reafirmou.






Para tal, Adriano Quilende aconselhou os jovens a apostarem seriamente na sua formação académica e profissional, tendo como meta o desenvolvimento harmonioso da sociedade angolana e o fim da violência doméstica e da criminalidade juvenil.






Para Adriano Quilende, a luta contra o alcoolismo começa com todos unidos afim de atenuar o uso e abuso de álcool no seio da juventude.






Afirmou que o número de jovens que consomem álcool actualmente na sociedade angolana é elevado, tendo alertado as organizações juvenis e os jovens a trabalharam unidos para a erradicação deste mal.






O colóquio reuniu jovens e especialistas angolanos, tendo como base a procura de subsídios para o combate e prevenção à delinquência juvenil. O evento enquadrou-se nas actividades do CNJ no âmbito do Dia Mundial da Juventude, que hoje (12 de Agosto) de assinala.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Ago 17, 2009 2:03 am

Cabo Verde
Hillary Clinton anuncia mais apoio dos EUA no combate ao narcotráfico



Santa Maria, Cabo Verde- A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, prometeu hoje, sexta-feira, em Cabo Verde mais apoio dos Eua no combate ao tráfico de droga, de armas e de pessoas.




"Face à posição geoestratégica de Cabo Verde no corredor do Oceano Atlântico, os Estados Unidos vão aumentar o apoio na luta contra os vários tipos de tráficos: droga, armas e pessoas", anunciou Hillary Clinton numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves.




"Nós temos estado a trabalhar com Cabo Verde na formação da polícia e assistência do FBI em aspectos específicos e estamos prontos a expandir a nossa assistência em segurança marítima", disse.




A secretária de estado norte-americana avançou que este incremento da cooperação deve passar pela discussão de uma estratégia de combate aos diversos tipos de crime.




"Cabo Verde está estrategicamente localizado e tem a boa governação como um dos pilares, pelo que queremos trabalhar com para que tenha a segurança que merece", disse Clinton.




"Isso quer dizer discussão de uma estratégia de combate aos tráficos de todos os tipos: armas, drogas, pessoas, imigração ilegal, problemas com que estamos preocupados no mundo", referiu, prometendo que os EUA vão discutir mais detalhadamente as necessidades "neste combate "do Governo cabo-verdiano.




Por seu turno, o primeiro ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, disse que Cabo Verde quer continuar a ser um país útil para o combate aos diversos tipos de tráfico no Atlântico Sul e contribuir para a segurança e a estabilidade na sub-região.




"Por isso saudamos a cooperação que temos vindo a desenvolver com os EUA neste domínio, principalmente na luta contra os tráficos ilícitos, a criminalidade organizada, assim como na gestão dos conflitos na região", disse José Maria Neves.




"Cabo Verde quer continuar a ser um país útil e parceiro dos Estados Unidos para que esta região seja uma região de paz, estabilidade, de boa governação e de cooperação para o desenvolvimento", garantiu.




José Maria neves afirmou ainda que o país representa "uma África nova e emergente optimista, positiva".




A secretária de Estado norte-americana terminou hoje na ilha do Sal, em Cabo Verde, um périplo por sete países africanos, iniciado no dia 05 de Agosto de 2009 no Quénia e que passou também por Angola.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 18, 2009 12:05 am

Abaixo apresento-vos o maior ladrão de todos os tempos!!! Nada mais, nada menos que o Sr. Engº (curso na Russia) JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, que chegou ao poder sem um tostão no bolso, há 27 anos atrás e depois destes anos, com o salário de presidente de ANGOLA, tornou-se o 10º (DÉCIMO) homem mais rico do MUNDO. Não é mentira, nem revanchismo, é a pura verdade e poderão confirmar na revista FORBES, ou em jornais credíveis.
COM VOCÊS........ a história do ladrão, que deixa os outros ladrões a "morrerem de inveja"; o Ronald Bigs, do "trem pagador", dito o assalto do século ihihihihihih, perto do José Eduardinho Dos Santos, não passa de ladrãozito de galinhas.

ANGOLA NO SEU REVERSO

SERÁ QUE É HERANÇA? COMO É QUE UM PELINTRA AO FIM
DE 27 ANOS DE «REINADO» PRESIDENCIAL PASSA A SER O 10º. HOMEM MAIS RICO DOPLANETA?!
LEIA O QUE SE SEGUE QUE NÃO MERECE A PENA FAZER
MAIS COMENTÁRIOS.
NÓS, NO NOSSO PORTUGAL QUE, TALVEZ EM CONSIDERAÇÃO
PELO MOMENTO ACTUAL, CONDECOROU O D. AFONSO HENRIQUES ? QUE ROUBOU A MÃE
NA CÉLEBRE BATALHA DE S. MAMEDE ? TEMOS, PRESENTEMENTE, A «GATUNAGEM»
DESCENTRALIZADA. SE HOUVER MAIS UM, NÃO AFECTA A PERCENTAGEM ?


"Suíça ameaça cleptocracia mundial"

"Bloqueados 100 milhões de dólares do presidente angolano.

"Há dez anos que os tribunais suíços iniciaram um longo processo para
bloquear os fundos depositados nos seus bancos por ditadores e políticos
corruptos de todo o mundo, cujas fortunas, por vezes colossais, foram
obtidas através da espoliação de bens públicos pertencentes aos povos que
governam, usando para tal os mais diversos expedientes de branqueamento de
capitais. O processo começou em 1986 com a devolução às Filipinas de 683
milhões de dólares roubados por Ferdinando Marcos, bem como a retenção dos
restantes 356 milhões que constavam das suas contas bancárias naquele
país. Prosseguiu depois com o bloqueamento das contas de Mobutu e Benazir
Bhutto. Mais tarde, em 1995, viria a devolução de 1236 milhões de euros
aos herdeiros das vítimas judias do nazismo. Com a melhoria dos
instrumentos legais de luta contra o branqueamento de capitais, conseguida
em 2003 (também em nome da luta contra o terrorismo), os processos têm
vindo a acelerar-se, com resultados evidentes: 700 milhões de dólares
roubados pelo ex-ditador Sani Abacha são entregues à Nigéria em 2005; dos
107 milhões de dólares depositados em contas suíças pelo chefe da polícia
secreta de Fujimori, Vladimiro Montesinos, 77 milhões já regressaram ao
Peru e 30 milhões estão bloqueados; os 7,7 milhões de dólares que Mobutu
depositara em bancos suíços estão a caminho do Zaire; mais recentemente,
foram bloqueadas as contas do presidente angolano José Eduardo dos Santos,
no montante de 100 milhões de dólares. É caso para dizer que os
cleptocratas deste mundo vão começar a ter que pensar duas vezes antes de
espoliarem os respectivos povos. É certo que há mais paraísos fiscais no
planeta, mas também é provável que o exemplo suíço contagie pelo menos a
totalidade dos off-shores sediados em território da União Europeia,
diminuindo assim drasticamente o espaço de manobra destas pandilhas de
malfeitores governamentais.

No caso que suscitou este texto, o bloqueamento de 100 milhões de dólares
depositados em contas de José Eduardo dos Santos, presidente de Angola há
27 anos, pergunta-se: que fez ele para se tornar o 10º homem mais rico do
planeta (segundo a revista Forbes)? Trabalhou em quê para reunir uma
fortuna calculada em 19,6 mil milhões de dólares? Usou-se o poder para
espoliar as riquezas do povo que governa, deixando-o a viver com menos de
dois dólares diários, que devem fazer os países democráticos perante
tamanho crime de lesa humanidade? Olhar para o outro lado, em nome do
apetite energético? Que autoridade terá, se o fizerem, para condenar as
demais ditaduras e estados falhados? Olhar para o outro lado, neste caso,
não significa colaborar objetivamente com a sobre-exploração indigna do
povo angolano e a manutenção de um status quo antidemocrático e corrupto
que apenas serve para submeter a esmagadora maioria dos angolanos a uma
espécie de domínio tribal não declarado?

Na Wikipedia lê-se:

"Os habitantes de Angola são, em sua maioria, negros (90%), que vivem ao
lado de 10% de brancos e mestiços. A maior parte da população negra é de
origem banta, destacando-se os quimbundos, os bakongos e os chokwe-lundas,
porém o grupo mais importante é o dos ovimbundos. No Sudoeste existem
diversas tribos de boximanes e hotentotes. A densidade demográfica é baixa
(8 habitantes por quilometro quadrado) e o índice de urbanização não vai
além de 12%. Os principais centros urbanos, além da capital, são Huambo
(antiga Nova Lisboa), Lobito, Benguela, e Lubango (antiga Sá da Bandeira).
Angola possui a maior taxa de fecundidade (número de filhos por mulher) e
de mortalidade infantil do mundo. Apesar da riqueza do país, a sua
população vive em condições de extrema pobreza, com menos de 2 dólares
americanos por dia."

O recente entusiasmo que acometeu as autoridades governamentais e os
poderes fáticos portugueses relativamente ao "milagre angolano"
(crescimento na ordem dos 21% ao ano) merece assim maior reflexão e,
sobretudo, alguma ética de pensamento.

Os fundos comunitários europeus aproximam-se do fim. Os portugueses,
entretanto, não foram capazes de preparar o país para o futuro difícil que
se aproxima. São muito pouco competitivos no contexto europeu. As suas
elites políticas, empresariais e científicas são demasiadamente fracas e
dependentes do estado clientelar que as alimenta e cuja irracionalidade
por sua vez perpetuam irresponsavelmente, para delas se poder esperar
qualquer reviravolta estratégica. Quem sabe fazer alguma coisa e não
pertence ao bloco endogâmico do poder vai saindo do país para o resto de
uma Europa que se alarga, suprindo necessidades crescentes de
profissionais nos países mais desenvolvidos (que por sua vez começam a
limitar drasticamente as imigrações ideologicamente problemáticas):
Espanha, Alemanha, Luxemburgo, Suíça, Reino Unido, Holanda, Dinamarca,
Noruega... No país chamado Portugal vão assim ficando os velhos, os
incompetentes e preguiçosos, os indecisos, os mais fracos, os ricos, os
funcionários e uma massa amorfa de infelizes agarrados ao futebol e às
telenovelas, que mal imaginam a má sorte que os espera à medida que o
petróleo for subindo dos 60 para 100 dólares por barril, e destes para os
150, 200 e por aí a fora...

A recente subida em flecha do petróleo e do gás natural (mas também do
ouro, dos diamantes e do ferro) trouxe muitíssimo dinheiro à antiga
colônia portuguesa. Seria interessante saber que efeitos esta subida teve
na conta bancária do Sr. José Eduardo dos Santos. E que efeitos teve, por
outro lado, nas estratégias de desenvolvimento do país. O aumento da
atividade de construção já se sente no deprimido sector de obras e
engenharia português. As empresas, os engenheiros e os arquitetos voam
como aves sedentas de Lisboa para Luanda. É natural que o governo
português, desesperado com a dívida... E com a sombra cada vez mais pesada
dos espanhóis pairando sobre os seus sectores econômicos estratégicos, se
agarre a qualquer aparente tábua de salvação. E os princípios? E a
legalidade?

Se a saída do ditador angolano estiver para breve, ainda se poderá dizer
que a estratégia portuguesa é, no fundo, uma estratégia para além de José
Eduardo dos Santos. Mas se não for assim, e pelo contrário viermos a
descobrir uma teia de relações perigosas ligando a fortuna ilegítima de
José Eduardo dos Santos a interesses e instituições sediados em Lisboa
(1), onde fica a coerência de Portugal? Micheline Calmy-Rey, ministra
suíça dos Negócios Estrangeiros, veio lembrar a todos os europeus que
tanto é ladrão o que rouba como o que fica à espreita ou cobra comissões
das operações criminosas."

Joaquim Oliveira de Almeida - São Paulo
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CRIMINALIDADE

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Ago 19, 2009 2:09 am

Huíla
Cooperativa de criadores de gado investe em programas de melhoramento

Lubango - A Cooperativa de Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA) vai investir 50 milhões de dólares norte-americanos, nos próximos três anos, num projecto de melhoramento da raça bovina através da importação de touros de reprodução a partir da Holanda, visando melhorar a qualidade da carne consumida no país.


Falando à hoje (terça-feira) Angop, o presidente da cooperativa com mais de cem filiados, Luís da Fonseca Nunes, disse que o objectivo deste investimento, financiado pelo Banco de Fomento Angola (BFA) através do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) é reduzir a importação de carne e controlar pelo menos 60 por cento do mercado nacional.


"Neste programa contamos com a ajuda do governo central. O nosso propósito não é a quantidade, mas a qualidade da carne, por isso estamos a renovar e a melhorar o nosso rebanho, para obtermos um produto que possa concorrer com o importado", ressaltou.


Luís Nunes disse que os 50 milhões de dólares vão financiar projectos de 30 pecuaristas, que para além de incidirem sobre o gado seleccionado, vai igualmente abranger o autóctone, através da injecção de touros de reprodução melhorados.


A CCGSA existe a cerca de oito anos e congrega actualmente criadores das províncias da Huíla (maior parte da Tunda dos Gambos), Cunene, Namibe, Benguela, Kwanza sul e Huambo.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal
---------

AnteriorPróximo

Voltar para ANGOLA - OUTROS TEMAS

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron