CULTURA ANGOLANA

NOTÍCIAS FOTOS E VÍDEOS
ESTE FORUM SERÁ DEDICADO A ASSUNTOS RELACIONADOS COM A ATUALIDADE DESPORTIVA E CULTURAL ANGOLANA. PRETENDE-SE AINDA QUE SEJA UM ESPAÇO DE PARTILHA CULTURAL E DESPORTIVA ENTRE ANGOLA E PORTUGAL.

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Maio 12, 2011 9:52 pm

12-05-2011 4:47

Homenagem
Grupo Ritmo e Cultura presta tributo a Bob Marley

Luanda
- O grupo Ritmo e Cultura prestou quarta-feira, em Luanda, um tributo ao lendário músico jamaicano Bob Marley, para assinalar o 30º aniversário da sua morte.
Em declarações à Angop, o promotor do grupo Ritmo e Cultura, Ricardo Ayala, frisou que o tributo à lenda do reggae mundial deve-se ao facto de Bob fazer sempre referência à humanidade nas canções, onde se destaca o amor ao próximo, igualdade e respeito
entre as pessoas.
“O seu legado aos homens é inquestionável e a sua aceitação em quase todas as culturas do mundo é o sinal da realização do seu sonho, a criação de um mundo sem fronteiras, salientou.
Bob Marley, que mesmo ao após ao seu desaparecimento físico continua sendo um dos mais influentes músicos da humanidade, morreu num hospital de Miami, no dia 11 de Maio de 1981, aos 36 anos de idade.
Um mês antes da sua morte Marley havia sido agraciado com a ordem do mérito da Jamaica, a terceira maior honra da nação, em reconhecimento da sua inestimável contribuição à cultura do país.
Os duzentos milhões de álbuns vendidos até à data sustentam uma das frases mais enigmáticas que o rei do reggae terá proferido: “Posso estar enganado, mas quando conheço os factos posso falar de facto, e a minha música vai durar para sempre”.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Maio 27, 2011 1:33 pm

27-05-2011 7:31

Literatura
Livro 'Verdades de minha terra' é incentivo à criação de obras infanto-juvenis

Luanda
-
O presidente do Conselho da Administração da Ensa, Manuel Gonçalves, considerou o livro “Verdades da minha terra”, lançado esta quinta-feira, em Luanda, um incentivo à criação de obras infanto-juvenil no mercado nacional.
Falando à Angop, à margem do lançamento da obra, o responsável referiu ser mais um contributo par o aprendizado infantil, que aumenta o espaço da literatura nesta faixa etária que carece de material do género.
“Hoje no nosso país precisamos de promover literatura dessa natureza, incentivar as crianças para que possam ter uma apreciação dos livros e sentirem-se integradas no mercado literário”, salientou.
Por sua vez, o responsável do Chá de Caxinde Jac Santos salientou ser necessário a valorização de obras do género por serem escassas no país.
Para si, o surgimento desta obra tem que ser bem acolhida, pois serve para incutir o conhecimento da verdade de histórias que as crianças não tiveram acesso.
Jac Santos apelou os órgãos de comunicação social no sentido de fazerem críticas para o desenvolvimento da literatura angolana.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Jul 04, 2011 9:34 pm

04-07-2011 13:20

Zaire
Cultura advoga integração de menores em actividades artísticas

M'banza Kongo
- O director provincial do Zaire da Cultura, Biluka Nsakla Nsenga, advogou, neste fim-de-semana, em M'banza Kongo, a integração da camada infanto-juvenil em actividades artísticas regulares, visando contribuir para a sua socialização.
O responsável, que falava na abertura do IV Festival Provincial da Canção Infantil, frisou que a canção contribui na integração da camada infantil e na formação da sua personalidade.
Segundo a fonte, a prática musical ajuda na assimilação de valores morais e atitudes positivas que permitem uma convivência normalizada na sociedade e conduzem a criança a tornar-se homem e mulher amante da arte.
"Pensamos que um dos objectivos do festival da canção infantil é desenvolver, de forma prematura, a percepção auditiva e memória musical no seio da camada infanto-juvenil, que possibilite a vivência musical através da prática de instrumentos e do canto", salientou.
Acrscentou que utilizar e cuidar da voz como meio de expressão e comunicação, pesquisar, explorar, compor, interpretar sons de diversas naturezas e procedências são as diferentes formas de expressão artística que ajudam a desenvlver tais capacidades de percepção auditiva e memória musical
O IV Festival Provincial da Canção Infantil foi promovido pela Organização de Pioneiros Agostinho Neto, em parcería com o sector da Cultura na região.
Sagrou-se vencedora deste evento, em que concorreram 16 crianças, a aluna da sexta classe, Mária Ana António, de 13 anos de idade, da escola do primeiro ciclo Santo António, da cidade de M'banza Kongo.
A vencedora recebeu um aparelho de som como prémio e vai representar a província no próximo Festival Nacional da Canção, a ter lugar em Agosto, em Luanda.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 09, 2011 5:12 pm

09-08-2011 11:32

[size=150]Exposição
Feira do Dondo vai decorrer a partir de sexta-feira

Luanda [/size
]- O Ministério da Cultura e o Governo da província do Kwanza Norte realizam, de 12 a 14 do mês em curso, a II edição da Feira do Dondo.
Segundo uma nota de imprensa do Ministério da Cultura, a que a Angop teve acesso hoje, terça-feira, o evento vai se realizar num contexto em que o país está mobilizado para a redução da pobreza, e resgate dos valores culturais, morais e cívicos.
Foram aprovadas as políticas culturais de Angola e a política nacional de promoção do livro e da leitura, instrumentos que transcendem o seu âmbito cultural para dar uma atenção particular a variável económica da cultura.
Segundo ainda o documento, as políticas culturais visam potenciar a actividade económica da cidade e localidades circunvizinhas, preservar e promover o artesanato local, resgatar e valorizar sítios históricos e lugares de memória, relançar a convergência cultural e económica do corredor do Kwanza e impulsionar a actividade de cabotagem .
A edição contará com exposição e venda de artesanato, livros e discos, conferências e palestras sobre o corredor do Kwanza, regatas desportiva e de canoagem, concurso de natação fluvial, concertos, cinema e gastronomia local e a reconstituição histórica do roteiro turístico cultural do século XVII, através de uma fascinante viagem aos sítios e lugares de Massangano, Kambambe e as ilhas do rio Kwanza.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Set 06, 2011 12:10 am

Cultura Angolana:

Imagem
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Domingo Out 23, 2011 2:12 am

Sérvia
Obras de escritores angolanos patentes na Feira do Livro de Belgrado

Belgrado
(Do enviado especial) – A 56ª edição da Feira Internacional do Livro de Belgrado, que se realiza de 23 a 30 do corrente, contará com a exposição de livros de escritores angolanos como Agostinho Neto, Pepetela, Luandino Vieira, João Maimona, Roderick Nehone e Cremilda de Lima.
A par do Brasil e Portugal, Angola participa no certame como convidado de honra, em homenagem a língua portuguesa, falada por mais de 250 milhões de pessoas no mundo e oficial também em países como Moçambique, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Timor Leste.
No quadro da feira, onde estará presente uma delegação do Ministério da Cultura angolano, chefiada pela sua titular, Rosa Cruz e Silva, serão realizadas conferências sobre a importância da língua portuguesa no contexto mundial, para além de exposição de livros de escritores de Angola, Brasil e Portugal.
Numa conferência de imprensa, realizada sexta-feira, entre os três embaixadores dos países de língua portuguesa acreditados na Sérvia, designadamente Angola, Brasil e Portugal, o embaixador angolano, Toko Serão, fez saber que apesar de ter sido um processo de imposição, a adopção do português propiciou a troca de ideias de emancipação em sectores da sociedade angolana
Segundo o diplomata, em meados do século XX, a língua portuguesa facilitou a comunicação entre pessoas de diferentes origens étnicas, tendo passado a ser um instrumento de dominação e clivagem entre o colonizador e colonizado.
Assim, a língua portuguesa adquiriu um carácter unificador entre os diferentes povos de Angola.
A delegação angolana na feira integra os escritores Abreu Paxe, António Fonseca e Cremilda de Lima.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Dez 05, 2011 4:50 pm

Cooperação
Angola e África do Sul reforçam cooperação no domínio cultural

Luanda
-
As repúblicas de Angola e da África do Sul reforçaram a cooperação no domínio cultural, com a assinatura, na passada sexta-feira (2), de um acordo entre os dois países.
Segundo uma nota de imprensa do Ministério da Cultura enviada hoje à Angop, para tal, esteve entre 30 de Novembro a 2 de Dezembro na África do Sul a ministra angolana da Cultura, Rosa Cruz e Silva, a convite do seu homólogo sul-africano.
Durante a sua estada em terras de Nelson Mandela, Rosa Cruz e Silva assistiu às actividades que visavam a rectificação da Carta do Renascimento Cultural Africano, solicitada pela União Africana.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Dez 06, 2011 4:58 pm

06-12-2011 14:55

Cultura
Livros infantis devem estar presentes entre os brindes de natal


Imagem
Livros devem constar da lista de brindes para o Natal

Luanda – A directora da Fundação Arte e Cultura, Michal Goren, realçou hoje, em Luanda, a necessidade das lojas de vendas de brindes de natal terem entre as suas sugestões livros infantis.
Michal Goren, que falava à imprensa na inauguração de uma sala de leitura, iniciativa da Fundação Arte e Cultura, disse que a educação para uma criança deve partir do lar, uma vez que quanto mais livros os pais oferecerem aos filhos mais estes estarão dedicados à leitura.
Segundo a responsável, uma leitura é um conhecimento que não morre e que se estende de geração a geração e de cultura para cultura.
Quanto à criação da sala de leitura, Michal Gorem referiu que surge pelo facto de, actualmente, as crianças lerem cada vez menos. “Assim, incentiva-se o hábito pela leitura de uma maneira diferente e atractiva”, disse.
Criada em 2006, a Fundação Arte e Cultura representa o contributo social do Grupo LR em Angola e tem como missão contribuir para a preservação e a difusão das manifestações culturais, artísticas e históricas do país, com áreas de actuação na cultura, educação para artes e projectos especiais de carácter comunitário.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Dez 14, 2011 10:24 pm

14-12-2011 20:25

Literatura
Projecto BJLA e o Escritor leva à UEA a escritora Yola de Castro

Luanda
- A escritora angolana Yola de Castro é a convidada para a quarta e última edição do ano do projecto “BJLA e o Escritor”, a ter lugar nesta quinta-feira na União dos escritores Angolanos (UEA), em Luanda, numa promoção do secretariado da Brigada Jovem de Literatura de Angola.
Segundo o presidente executivo da BJLA, Nicolau Sebastião da Conceição “Kudijimbe”, que avançou a informação hoje à Angop, a escritora vai falar das suas obras e da sua experiência, num encontro que tem como objectivo sensibilizar os jovens escritores no sentido ouvirem os mais velhos sobre a importância da literatura no mosaico cultural angolano.
O encontro, promovido mensalmente numa quinta-feira, visa ainda homenagear os escritores angolanos para continuarem a desenvolver a arte do belo e da beleza em prol da literatura angolana e para que as novas gerações possam adquirir conhecimentos sobre o mundo literário.
“A nossa intenção é termos os jovens a ouvir os kotas a fim de que possam saber e ganhar experiência. Esperamos contar com a presença de membros da BJLA e de outros interessados e amantes da literatura”, frisou.
Yola Castro nasceu em Luanda em 1977 e desde os 12 anos dedicou-se a escritos para crianças.
Viu os seus textos publicados pela primeira vez no Jornal de Angola e mais tarde publicou pelo Instituto Nacional do Livro e do Disco (INALD) o livro intitulado "A Borboleta colorida e a Linda Joaninha" (Prémio de literatura infantil 2003).
Yola Castro tem já no mercado nacional as obras "A borboleta colorida e a linda joaninha", "Vuvu Kietu" e "Menino Pescador", "O Golozo" e "Dois Reis no Céu".
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: CULTURA ANGOLANA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Abr 06, 2012 4:34 pm

Media
Jornal "Cultura" visa relançar actividade editorial de Edições Novembro

Luanda
- O presidente do Conselho de Administração (PCA) do Jornal de Angola, António José Ribeiro, considerou quinta-feira, em Luanda, que o lançamento do novo jornal "Cultura" é o complemento de outros projectos das Edições Novembro, que visam relançar a actividade editorial da empresa.
"Neste projecto, foi também incluída a passagem do jornal dos Desportos a diário e a criação do jornal de Economia e Finanças”, disse.
José Ribeiro disse que a aposta no jornal “Cultura” teve como pendor o que o país tem feito, para que a cultura nacional esteja na primeira linha dos bens dos angolanos.
Com este periódico, as Edições Novembro oferecem aos agentes e público angolano um instrumento essencial para divulgação e promoção da cultura.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal
---------

Anterior

Voltar para CULTURA E DESPORTO DE ANGOLA

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron