DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

DESENVOLVIMENTO - SAÚDE - ECONOMIA - LIBERDADE - CRIMINALIDADE - LUSOFONIA

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Out 16, 2009 2:30 am

Bié
Chitembo terá sinal da Movicel

Chitembo
- A operadora de telefonia móvel Movicel vai nos próximos dias estender o seu sinal no município do Chitembo, a cerca 160 quilómetros a sul do Kuito, Bié, para permitir que a população local possa comunicar-se com o país e o resto do mundo.
O administrador do município, José Mucanda, disse que neste momento, os técnicos da operadora estão a montar a antena e outros equipamentos de recepção e distribuição do sinal.
Referiu que os trabalhos correm a bom ritmo e presume-se que até finais deste mês a população do município do Chitembo possa beneficiar dos serviços.
A entrada em funcionamento do sinal da Movicel no município do Chitembo consta do programa da operadora, que consiste em expandir o seu sinal a todos os municípios do país.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Domingo Out 18, 2009 2:14 am

Tecnologia
Infrasat leva novas tecnologias de comunicação ao município do Nzeto

Luanda
- Um telecentro, equipado com quatro linhas telefónicas, foi instalado no último sábado, pela empresa angolana de telecomunicações Infrasat, na localidade do Rio Lodge, município do Nzeto, província do Zaire.
O Telecentro, com uma tecnologia suportada por via satélite, mantém, desta forma, as populações da região mais próxima do país e do resto do mundo.
Denominado serviço Liga-Liga, o projecto visa garantir que as zonas mais recônditas do país beneficiem de uma fonte alternativa para estabelecer comunicação de elevada qualidade tecnológica, onde não se faz sentir a presença das tradicionais operadoras de telefonia móvel e fixo.
Os telecentros, para além de oferecer um serviço de voz, permitem aceder a Internet de alta qualidade, cujo funcionamento é suportado por uma antena via satélite.
Os equipamentos instalados nos Telecentros funcionam com o apoio de uma estação de energia solar que garante o seu funcionamento e ligar para qualquer rede de telefone.
Segundo o director executivo da Infrasat, Eduardo Continentino, em entrevista hoje, terça-feira, à Angop, em Luanda, o objectivo da empresa é levar o serviço liga-liga a todas as regiões do país e promover a inclusão digital nas referidas comunidades.
"Neste momento, foram instalados em todo país mais de 500 telecentros e espera-se, nos próximos tempos, atingir um total de mil pontos", assegurou o responsável máximo da instituição
Inaugurada há cerca de um ano pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a Infrasat é uma aposta do governo angolano e tem como objectivo assegurar o sistema de comunicação por via satélite em todo país.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Out 20, 2009 4:07 am

Reconstrução
Arquitecto recomenda redes de água para os bairros sociais

Angop
Recursos hídricos não devem ser desperdiçados
Luanda
– O arquitecto angolano Rubem Filipe disse hoje (segunda-feira), em Luanda, que a criação de redes de abastecimento de água potável próprias, para os bairros sociais em construção, deve constituir uma obrigação, a fim de evitar o desperdício e facilitar o acesso ao produto.
Em entrevista à Angop sobre “A importância dos recursos hídricos na Reconstrução Nacional”, o arquitecto acrescentou que a preservação deste elemento deve ser obrigatória por constituir uma condição básica e fundamental para a sobrevivência do homem.
Segundo ele, os projectos de construção de casas económicas e criação de bairros sociais devem abarcar a instalação de sistema de água canalizada ao domicílio para evitar o constante surgimento de fontanários e chafarizes, que causam muito desperdício.
Neste sentido, Rubem Filipe apela às autoridades a acautelarem essa situação nos programas de construção de residência sociais e de auto-construção dirigida no quadro da política de edificação de um milhão de casas até 2012, para tornar equilibrado o desenvolvimento do país.
“Embora a guerra tenha ********* o progresso do país, é inadmissível que em pleno século XXI, no casco urbano de uma capital, existam ainda infra-estruturas sem água canalizada e bairros próximos do centro da cidade a dependerem de fontanários”, lamentou.
Independente dessa questão, o professor universitário reconheceu o esforço que o governo angolano tem empreendido para solucionar os problemas da população nessa vertente, assim como para o desenvolvimento do país em geral.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Out 21, 2009 2:44 am

SADC
Angola deve preparar-se para competir no domínio do conhecimento

Luanda
– A ministra do Planeamento, Ana Dias Lourenço, considerou nesta terça-feira, em Luanda, que Angola deve estar preparada em todas as vertentes sociais para competir com outros países, espacialmente nos domínios do conhecimento.
Falando na entrega de prémios aos estudantes angolanos destacados no Concurso de Redacção das Escolas Secundárias da SADC, a governante avançou que esta preparação abrange iniciativas geradoras de valor agregado intelectual.
De acordo com Ana Dias Lourenço, com o evoluir do processo de integração económica, a circulação de conhecimento e ideias será cada vez mais livre entre os países da SADC.
“Os jovens devem estar preparados para se confrontarem, no bom sentido da palavra, com os seus congéneres da SADC. E essa preparação depende do que aprendem nas escolas, universidades, sua própria motivação para o aumento de conhecimentos e do
acesso à informação”, disse a ministra.
Referindo-se ao concurso, lamentou a falta de divulgação do concurso, razão por que apenas participaram alguns países da SADC, “quando deveriam ter sido todos”.
Por outro lado, louvou o facto da angolana Maria de Jesus Lemos, da província da Huíla, estar entre os cinco melhores classificados, com 97 pontos.
“Apelo à juventude do ensino secundário para que se mobilize e motive-se a participar nestes concursos, pois são também uma forma de aumentar os conhecimentos”, disse.
Mesmo sem estarem entre os cinco melhores, outros dois jovens angolanos destacaram-se neste evento, sendo Joseneidy Ariana Fernandes Carvalho, da província da Huíla, com 80 pontos, e Pablo Neruda, província de Luanda, com 78 pontos.
Como prémios, os vencedores angolanos receberam uma declaração para bolsa de estudo no exterior, um computador, certificado de participação da SADC e nacional.
Foram ainda contemplados com uma quantia monetária de USD 500, a classificada mais destacada, 300 ao segundo e 200 ao terceiro representante do país.
O concurso teve como tema “Como devem os governos da SADC, as organizações de sociedade civil e o empresariado trabalhar em conjunto para garantirem que a Copa Africana de 2010 em Angola e a Copa de Futebol na África do Sul contribuam para
desenvolvimento socioeconómico da população da região da SADC?”.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Out 22, 2009 3:21 am

Cunene
Arrancam obras de contenção das cheias em Ondjiva

Requalificação de diques vai conter efeitos das cheias
Ondjiva
- Os trabalhos para atenuar os efeitos das cheias nos arredores de Ondjiva, capital da província do Cunene, tiveram início este mês com o aumento da altura dos diques de protecção e no prolongamento em 20 quilómetros das zonas residenciais e o rio Cunene, soube hoje (quarta-feira) a Angop de fonte oficial.
Esta informação foi avançada pelo director adjunto da China Road and Bridge Corporation (CRBC), encarregue da empreitada, Liu Kuang, no final de uma visita efectuada àquela instituição, por funcionários da Angop, no âmbito das festividades do 34º aniversário desta agência de notícias.
Segundo a fonte, os trabalhos decorrem a ritmo acelerado e consiste na extensão e incremento da altura dos diques de protecção existentes para minimizar a repentina subida das águas das cheias.
Sem avançar o orçamento, o responsável frisou que os trabalhos têm a duração de um ano e servem para acabar com os prejuízos provocados pelas cheias que desalojam muitos habitantes de Ondjiva.
Liu Kuang adiantou que da obra constam trabalhos de desvios das águas das cheias para zonas não habitadas, tendo em conta que grande parte das casas afectadas estão localizadas nas zonas de enchente natural dos rios e nos cursos normais por onde escorrem
as águas das chuvas.
A par desta actividade, a CRBC trabalha também na recuperação das estradas obstruídas pelas cheias no centro da cidade capital, Ondjiva, num percurso de três quilómetros, com duas faixas de rodagem de 13 metros de largura em cada sentido.
Entre as infra-estruturas construídas pela companhia, que se encontra na província há três anos, consta a ponte sobre o rio Cunene, a maior em betão no país com 880 metros de comprimento e a estrada Ondjiva/Humbe, num troço de 108 quilómetros.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Sábado Out 24, 2009 2:57 am

Edificação
Edifício Kilamba será um dos mais altos de Luanda

Luanda
- O edifício Kilamba, cuja primeira pedra para a sua construção foi lançada nesta quinta-feira, em Luanda, pelo secretário para informação do MPLA, Norberto dos Santos "Kwata Kanawa", afigura-se como um dos mais altos da cidade, com 26 andares e mais de 100 metros de altura.
Propriedade da Fundação Sagrada Esperança (FSE), o prédio vai ser construído num período de 36 meses, terá 107 metros e 28 centímetros de altura e três caves para estacionamento de aproximadamente 150 viaturas.
A infra-estrutura será implantada numa área de 2, 240 metros quadrados e o seu projecto deverá ocupar um espaço total de 20 metros quadrados e 676 centímetros
Comportará, no rés-do-chão, um hall de entrada, mecanismo electrónico de controlo de entrada, anfiteatro e dois espaços destinados a actividades comerciais, cujo acesso será a partir da rua da Alfândega. No primeiro piso estarão concentradas uma biblioteca, cafetaria e a secretaria-geral da FSE.
No segundo andar vão funcionar os gabinetes do presidente do Conselho de Administração da FSE, ao passo que no terceiro estarão confinadas quatro direcções da instituição e áreas de trabalho para técnicos. Do quarto ao 25º anel estarão disponíveis mais de dez escritórios para arrendamento.
A torre terá no seu último piso um ginásio e um sistema de protecção e segurança, bem como um outro de detenção e combate a incêndios. Possui um projecto arquitectónico contemporâneo e localizar-se-á na Avenida Marginal, ao longo da Baía de Luanda, daí que será um marco de referência.
Comparativamente ao prédio da Escom, tido como o maior do país até ao momento, pelos seus 102 metros e dois centímetros de altura e 24 andares (mais dois abaixo do nível do solo), o “Edifício Kilamba” tem cinco metros de altura e dois andares a mais, além de
um piso a mais abaixo do solo.
O projecto será financiado pelo Banco de Poupança e Crédito (BPC) e executado pela construtora FDO-ABB Engenharia Lda.
Para a governadora provincial de Luanda, Francisca do Espírito Santos, a infra-estrutura surge para dar maior qualidade ao programa de requalificação da baía de Luanda e reconstrução do país. “É um projecto ambicioso, que além de dar maior dignidade aos membros da Fundação Sagrada Esperança, aumentará a beleza da cidade” – frisou.
Por seu turno, a administradora municipal da Ingombota, Suzana Melo, manifestou-se alegre pelo facto, afirmando que a cidade está a
ficar a cada dia que passa mais bonita, e a sua circunscrição em particular, motivo pelo qual reforçará as campanhas de sensibilização aos munícipes para melhor conservação do património.
Entre outros prédios situados na parte baixa da capital, os da Sonangol, dos “Chineses”, do Hotel Presidente Meridien, do Espírito Santo e da Angola Telecom são as principais referências em termos de altura e beleza. Enquanto isso, na zona alta de Luanda destacam-se os edifícios da Escom e da asseguradora AAA.
O mais alto edifício de África é o Carlon Center, na África do Sul, que conta com 223 metros de altura e 50 andares. O maior do mundo está situado no Emirado Árabes Unidos (Dubai), com 818 metros de altura e 158 andares.
Você não tem permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Out 27, 2009 3:31 am

Seminário internacional de Frankfurt procura inovações para o ensino de baseCai hoje o pano sobre o seminário internacional de Frankfurt, que aborda desde sábado a problemática da integração de competências para a vida e para o trabalho nos currículos de educação de base. Angola está representada no evento pelo ministro da Educação, António Burity da Silva Neto, que intervém hoje no certame.
O evento, segundo a Angop, tem como objectivo a criação de uma “Caixa de Ferramentas” com inovações curriculares direccionadas para a educação, paz e luta contra a pobreza na África subsahariana.
O fórum, de carácter técnico e científico, tem ainda como objectivo partilhar experiências sobre os processos eficazes de ligação de abordagens “top-down” e “bottom-up” para definir e implementar as mudanças necessárias de políticas e práticas educativas.
Com início em 2004, a este projecto, inicialmente comprometido com a luta contra a pobreza, estavam ligados os ministérios da Educação de Angola, Burkina-Faso, Burundi, República do Congo, Mali, Ilhas Maurícias, Moçambique, Níger e Rwanda. Com a integração do Senegal, Guiné-Conacry, Quénia e Mali, o projecto passou a atender também a Educação.
Angola foi um dos três países escolhidos, a igual que o Quénia e Mali, para darem o suporte político ao projecto, após um ano de trabalho em equipa de técnicos seniores dos respectivos ministérios da Educação.
A “Caixa de Ferramentas” comporta subsídios de teor político-técnico, com exemplos de boas práticas para inovações curriculares, e é, sobretudo, um instrumento de grande valia para as reformas dos sistemas educativos na África subsahariana, face às grandes questões que, actualmente, preocupam o continente.
O evento tem os apoios da Cooperação Técnica Alemã para o Desenvolvimento (GTZ) – mandatada, esta, pelo Ministério Federal da Cooperação Económica e do Desenvolvimento (BMZ) – e do Bureau Internacional da Educação (BIE), uma instituição da UNESCO.
Felicitações a Matsuura
O ministro da Educação, António Burity da Silva Neto, felicitou o ex-director da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), Koichiro Matsuura, pelo trabalho desenvolvido durante os 10 anos que esteve à frente da organização.
Em nota distribuída à imprensa, Burity da Silva elogiou a materialização e dedicação do programa de reforma da Unesco apresentado por Koichiro Matsuura aquando da sua eleição, destacando o apoio prestado ao processo de reconstrução em Angola e a contribuição no desenvolvimento dos programas educacionais do país, onde esteve em visita em 2004.
Esse gesto foi motivo de enorme satisfação, recordando ainda o acordo para o reforço da cooperação entre Angola e a Unesco. “Estamos cientes do esforço despendido e das horas destinadas a vencer os desafios traçados, que sempre visavam dar vida e força à organização, em prol dos seus grandes ideais de paz, tolerância e desenvolvimento”, lê-se no documento.
Numa outra mensagem, o Ministério da Educação felicita a nova directora da Unesco, Irina Bokava, eleita a 15 de Outubro. “A República de Angola, fiel aos ideais da organização, que certamente continuará a promover e defender, apresenta-lhe as suas calorosas felicitações pela brilhante eleição, desejando-lhe perseverança e um mandato pleno de sucessos”.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Out 27, 2009 3:40 am

Cientistas criam telefone que identifica causadores da malária e da tuberculose
Um simples telemóvel pode transformar-se num instrumento precioso para o combate de epidemias provoca-as por agentes infecciosos. Baptizado de CellScope, o aparelho foi criado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e está descrito na última edição online da revista cientifica "PloS ONE".

De acordo com os cientistas, o equipamento é capaz de mostrar e analisar imagens do Mymbacterium tuberculosis, ou bacilo de Koch, responsável pela tuberculose, e também do Plasmodium falciparum, causador da malária.
O objectivo dos cientistas é usar a novidade em locais de grande incidência das duas doenças mas que careçam de recursos de diagnóstico. Segundo a Organização Mundial da Saúde, há no mundo 247 milhões de pessoas com malária. E estima-se que a cada ano surjam no planeta cerca de 500 mil novos casos de tuberculose.
"Paradoxalmente, muitos dos lugares onde há mais pacientes não têm estrutura de atendimento. Mas eles dispõem de uma boa rede de telefonia", diz David Breslauer, um dos criadores do aparelho. "Podemos fazer as análises, obter e registar o diagnóstico rapidamente", esclareceu. Além disso, há a possibilidade de enviar as imagens para centros de referência mais distantes, onde podem ser estudadas mais detalhadamente.
O desenvolvimento do CellScope vem ao encontro de uma tendência mundial caracterizada pela busca de recursos ágeis e baratos para enfrentar doenças disseminadas nas regiões mais pobres do mundo. O mesmo centro de pesquisa que criou o CellScope, por exemplo, está agora a estudar maneiras de tornar também o Smartphone um instrumento útil no registo e transmissão de dados de saúde. Essas tecnologias podem ter usos variados.
"Um profissional de saúde pode examinar os pacientes de porta em porta e deixar as informações gravadas digitalmente. Quando precisar é só aceder ao aparelho", disse Breslauer.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Out 28, 2009 4:26 am

Kuando Kubango
Asfaltados 101 quilómetros de estradas nacionais

Menongue
- Cento e um quilómetros de estradas de nacionais foram reabilitados este ano na província do Kuando Kubango, revelou segunda-feira, nesta cidade, o director provincial local do Instituto de Estradas de Angola (INEA), José António Maria.
Em declarações à imprensa, no quadro de uma visita de campo que o governador local, Eusébio de Brito Teixeira, efectuou a obras sociais em curso na cidade de Menongue, o responsável disse que a empreitada decorre de forma aceitável e está executada na ordem dos 50 porcento.
Segundo o director provincial do INEA, trata-se dos troços Menongue/Caiundo, com 77 quilómetros, faltando 58, sete do troço Menongue/Kutato, em direcção à Huíla, e 17 na via Menongue/Cuelei, em direcção ao Bié, onde os trabalhos de alargamento e terraplenagem continuam a ser efectuados.
Sobre a requalificação das ruas estruturantes da cidade de Menongue, capital do Kuando Kubango, José Maria informou que continuam as obras de reabilitação, com a colocação do tapete asfáltico nas ruas onde se colocaram redes de esgotos, passeios e rotundas.
"Temos a rua 1º de Maio, na margem direita do rio Kwebe, quase concluída com sistema de drenagem posto e dentro de duas semanas o empreiteiro vai colocar betão betuminoso na parte que falta, para se fazer a ligação à Estrada Nacional 140", acrescentou.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Out 29, 2009 4:52 am

Tecnologia
Empresa nacional prepara sessão de apresentação do Windows 7 da Microsoft

Luanda
– A empresa angolana Arena Angola está a preparar a apresentação do oficial do Windows 7, um novo sistema operativo para instalação em computadores, que vem inovar o actual Windows XP.
De acordo com uma nota da empresa Arena Angola, que a Angop teve acesso hoje (Quarta-feira), em Luanda, O Windows 7, que foi mundialmente apresentado hoje, é a mais recente versão do popular sistema operativo Windows da Microsoft que promete ser a melhor alguma vez distribuída pela companhia.
“A entrada em uso deste novo sistema operativo em todo o mundo resulta de testes feitos em oito milhões de pessoas, a versão beta (uma versão de avaliação) incluindo utilizadores do Windows de todo o continente africano”, saliente a nota.
O Windows 7 está disponível em 14 línguas, dentre as quais o Português, sendo que, mais 19 idiomas serão acrescentadas até 31 de Outubro.
A Microsoft está a trabalhar para assegurar que este sistema esteja disponível em África dentro de 18 a 24 meses.
A Arena Angola é empresa de direito angolano, versada em marketing, publicidade e relações públicas.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Out 30, 2009 3:50 am

Obras
Avenidas requalificadas têm fornecimento de energia garantida

Luanda
– As obras de requalificação das avenidas Deolinda Rodrigues, Ho Chi Minh e parte da Revolução de Outubro, entre o trevo do Aeroporto 04 de Fevereiro à passagem superior sobre a avenida da Ho Chi Minh, têm o fornecimento de energia garantido, soube hoje (quinta-feira) a Angop nesta cidade.
Segundo uma fonte da empresa Odebrecht, que apelou ao anonimato, as inovações nos semáforos, relógios digitais, painéis, placas de sinalização mobiliária urbano e comunicação visual instalados vão funcionar sem problemas por muito tempo.
As placas de sinalização e semáforos modernos foram colocados no largo 1º de Maio, avenida Revolução de Outubro, Aeroporto 04 de Fevereiro e rua da Samba.
De igual modo, o largo das Heroínas, na avenida Ho Chi Minh, recebeu nova iluminação no âmbito do programa de iluminação pública.
Foram instaladas neste largo 30 novas colunas de iluminação, quatro colunas de iluminação directa para o monumento das heroínas, 10 luminárias embutidas para as placas memoriais, 12 luminárias decorativas vermelhas e quatro luminárias verdes para os jardins.
Segundo soube a Angop, em caso de eventuais falhas no fornecimento público de energia, os geradores são accionados automaticamente para manter as avenidas iluminadas.
Por outro lado, painéis de comunicação e contagem para o CAN2010 foram igualmente instalados no trevo do Aeroporto 04 de Fevereiro, rua da Samba e outras artérias da cidade.
O projecto vias de Luanda mantém as actividades nas avenidas por meio de equipas de limpeza urbana, manutenção e iluminação pública que, com trabalhos de manutenção rotineiros, asseguram as condições da via.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Domingo Nov 01, 2009 2:49 am

Formação
Workshop aborda Estratégia e Governação dos Sistemas Informáticos
Leadership Business Consulting, realiza workshop sobre tecnologia
Luanda
– Um workshop sobre Estratégia e Governação dos Sistemas de Informação será realizado na próxima terça-feira, 3 do Novembro, em Luanda, pela empresa Leadership Business Consulting.
Segundo uma nota oficial da referida empresa a que Angop teve hoje acesso, no evento serão abordados temas como “estratégia de sistema de informação”, “optimização de investimentos em sistemas”, “arquitectura e integração de sistema”, bem como “governação monitorização de sistemas”.
A Leadership Business Consulting tem como missão apoiar líderes e gestores a criar valor mensurável, a aumentar níveis de desempenho e a obter resultados sustentáveis, reforçar a competitividade das empresas e a eficácia das organizações públicas, bem como promover o desenvolvimento socioeconómico.
A Leadership Business Consulting é uma empresa internacional de consultoria de gestão, empenhada em garantir os mais elevados padrões de qualidade e valores profissionais, através de uma prestação de serviços muito personalizada nas áreas de estratégia, organização, optimização operacional e tecnologias de negócio.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Nov 02, 2009 12:41 pm

Hungria
Ministra da Tecnologia no 4º Fórum Mundial de Ciências

Luanda
– Uma delegação do Ministério da Ciência e Tecnologia, chefiada pela titular da pasta, Maria Cândida Teixeira, partiu hoje, domingo, para Budapeste (Hungria), onde vai participar, de 05 a 07 do corrente, no 4º Fórum Mundial de Ciências.
A decorrer sob o lema “Conhecimento e Futuro”, o evento tem como objectivo passar em revista tudo o que foi feito desde o primeiro encontro do género, realizado igualmente em Budaspete, de acordo com declarações prestadas à Angop por Cândida Teixeira, no aeroporto internacional “4 de Fevereiro”.
Segundo disse a governante, neste âmbito, os participantes vão ver se unidos dentro da referida temática podem criar as bases para que as gerações vindouras possam analisar os diversos fenómenos, tendo como suporte sustentação tecnológica apropriada às exigências”.
À margem do evento, a governante vai participar de duas mesas redondas sobre "A organização Estrutural da Pesquisa e Financiamento: Papel do Estado” e “As Mudanças Registas na Ciência e nas Políticas Científicas desde 1999”, respectivamente.
Promovido desde 2003 pela Academia de Ciências da Hungria, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação a Ciência e a Cultura (Unesco) e com o Conselho Internacional para a Ciência (ICSU), o fórum chega à quarta edição com foco nas discussões sobre conhecimento e futuro.
Na abertura do evento, estarão presentes o presidente da Academia Húngara de Ciências e do Fórum Mundial de Ciência, József Pálinkás; o diretor-geral da Unesco, Koïchiro Matsuura; e o presidente húngaro, László Sólyom.
Ao todo, segundo informações da organização do evento, 1,2 mil cientistas, políticos e tomadores de decisão já participaram das sucessivas edições do evento. Em cada edição, Budapeste recebe cerca de 90 países.
O fórum é também o local de entrega dos Prémios de Ciência da Unesco, instituídos para marcar o Dia Mundial da Ciência. Neste ano, a premiação deverá acontecer a 07 de Novembro, no encerramento do evento.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Nov 04, 2009 5:15 pm

Angola
Conferência debate reconstrução nacional
Luanda
– A Língua Portuguesa na Cooperação Económica e na Reconstrução de Angola é o tema de uma conferência a realizar-se quarta-feira no Auditório Pepetela no Centro Cultural Português em Luanda.
A conferência, que se realiza por ocasião dos 12 anos da Visabeira Angola, terá como oradores o jurista Carlos Feijó, o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, António Monteiro, e o sócio-director da Mackinsey e Company, Thilo Mannhardt.
Segundo os organizadores, O Bloco linguístico Lusófono, representado pelos oradores de Angola, Portugal e um representante do ponto de vista do Brasil, tem subjacente a ideia de que cada um daqueles países tem assente o seu desenvolvimento e pode basear o seu crescimento sustentado na sua cultura, em geral, e na sua língua, em particular, nomeadamente, como actores económicos nos
quadros da União Europeia, do Merco-sul e da SADC.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Nov 05, 2009 4:38 pm

05-11-2009 17:24
EUA
Ministro dos Transportes destaca modernização de 30 aeroportos em Angola

Washington
- o ministro dos Transportes, Augusto Tomás, destacou quarta-feira, em Washington, a modernização de cerca de 30 aeroportos e aeródromos em Angola, com realce para o Internacional 4 de Fevereiro, e a construção de três internacionais em Luanda, Benguela e Huíla.
O ministro angolano tocou neste assunto quando pormenorizava os projectos em curso no sector dos transportes no país, durante uma mesa redonda organizada pelo Conselho Corporativo para África (CCA) e a Câmara do Comércio EUA/Angola, na qual participaram representantes de instituições do ramo, do Departamento de Estado norte-americano, de ONG e diplomatas angolanos.
No encontro, Augusto Tomás falou também da reabilitação e modernização dos caminhos de ferro de Luanda, Moçâmedes e Benguela, da reabilitação dos portos de Lobito e Namibe e a conclusão do projecto para a construção dos portos de Cabinda, Barra do Dande e Porto Amboím.
No sector rodoviário, o titular da pasta dos Transportes destacou o programa de transportes colectivos urbanos, inter-municipal e inter-provincial para a estabilização da mobilidade em todo o país.
Acompanhado da embaixadora de Angola nos EUA, Josefina Pitra Diakite, o dignitário informou que, no princípio desta semana, chegaram ao país cerca de 300 táxis de um lote de 500, para apoiar o programa de transportes durante a realização do CAN 2010.
A implementação de uma rede de transportes numa base intermodal eficiente e eficaz e o aproveitamento da posição geo-estratégica do país no contexto da economia regional são dois aspectos fundamentais na nova dinâmica de reestruturação e mudanças que o sector de transportes de Angola vive - disse o governante angolano.
No quadro da sua agenda de trabalho, Augusto Tomás encontrou-se quarta-feira com o seu homólogo norte-americano, Ray LaHood, que foi informado sobre a situação actual do sector de transportes em Angola, o esforço, investimento e reconstrução que o governo leva a cabo, bem como os programas em curso de refundação das empresas estratégicas do sector.
Na sequência das negociações de um Acordo Bilateral de Transportes Aéreos entre Angola e os EUA, o programa de renovação da frota da TAAG, a garantia de financiamento do EximBank, a reestruturação do sector dos transportes aéreos em Angola, nos domínios da regulação, infra-estruturas, aviação civil, safety, security e segurança aeroportuária em geral mereceram uma abordagem dos
interlocutores.
O responsável da pasta dos transportes da administração Obama manifestou a sua satisfação pelo encontro e garantiu o apoio financeiro para a resolução de todas as questões que visam dar resposta às exigências internacionais em matéria de segurança aeroportuária e navegação marítima, para que, a partir do segundo semestre de 2010, a Delta Airlines possa voar para Angola e a TAAG para os EUA, apesar de ainda haver um grande trabalho pela frente.
Posteriormente, o ministro Augusto Tomás e sua delegação reuniram-se com a TSA, FAA e FS, agências norte-americanas especializadas em segurança aérea, com quem abordou a cooperação sobre o assunto e o ***primento das normas da ICAO e da
IATA.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal
---------

AnteriorPróximo

Voltar para ANGOLA - OUTROS TEMAS

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron