NOTÍCIAS DO SELES

NOTÍCIAS, FOTOS E VÍDEOS

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Sexta Ago 06, 2010 5:17 pm

Kwanza-Sul já vive a era digital

Imagem
Sistema de telecomunicações do município de Seles foi inaugurado ontem

O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação ***pre hoje mais um dia de trabalho no Kwanza-Sul, onde procede a uma série de inaugurações relacionadas com a nova rede digital de telecomunicações da Angola Telecom.
José Carvalho da Rocha, acompanhado do vice-governador para área técnica, Augusto Sakongo, do presidente do Conselho de Administração da Angola-Telecom, Feliciano António, e de um representante do Governo italiano, inaugurou, ontem, o sistema digital de telecomunicações nos municípios do Sumbe e Seles.
Hoje, com o mesmo propósito, desloca-se aos municípios da Conda, Amboim, Quibala e Cela.
O projecto, executado em parceria com o Governo de Itália, teve um investimento no Kwanza-Sul de, aproximadamente, 20 milhões de euros e engloba vários subsistemas, designadamente, comutação, transmissão, redes de acessos, torres, geradores e painéis solares. O sistema de transmissão intra e inter provincial passa a ser feito através de feixes hertzianos SDH e fibra óptica.
O director de marketing e suporte de vendas da Angola Telecom, Bartolomeu Pereira, afirmou que as sedes provincial e municipais beneficiadas já dispõem de novas linhas telefónicas digitalizadas com acesso à Internet de banda larga, designadamente Supernet ADSL com qualidade com serviços a ser prestados pela empresa de tutela e agentes autorizados.
No Kwanza-Sul, a implementação do projecto permitiu a instalação de 10.608 linhas centrais, 16.350 linhas de repartidor para redes de acesso. Nos municípios contemplados foram instaladas 1.060 linhas ADSL.
Rui Feliciano Miguel, administrador do Seles, garantiu que os munícipes vão dispor de serviços com qualidade, especialmente empresários, que têm agora facilitadas as actividades, pois passam a ter comunicação com o resto do país e com o estrangeiro.
O ministro referiu, no final da visita à sede municipal do Seles, que a nova rede digital constitui um ganho para as populações. “A nova rede digital que acabamos de inaugurar é um sistema integrado e com múltiplas vantagens para as pessoas colectivas e singulares e deve ser conservado para nos ser útil por muito tempo”, frisou.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Terça Ago 10, 2010 7:17 am

Recreativo do Seles e 1º de Maio centralizam atenções na segundona

Huambo - As formações do Recreativo do Seles e 1º de Maio de Benguela protagonizam sábado, na vila do Seles (Kwanza Sul), o jogo de cartaz da quarta ronda da série B do torneio de apuramento à primeira divisão do futebol nacional.

As duas equipas, que na ronda anterior venceram, ocupam os lugares cimeiros do grupo, sendo o 1º de Maio líder com seis pontos e o Recreativo segundo classificado com quatro pontos.

Para a mesma jornada defrontam-se 17 de Maio de Benguela-Académica do Lobito, GN do Cunene-Benfica do Huambo e Atlético do Namibe-Nacional de Benguela.

O vencedor da série apura-se directamente ao Girabola2011, tal como o do grupo A, ao passo que os segundos colocados vão se defrontar entre si, a duas voltas, apurando-se a equipa que somar maior número de pontos.


Classificação da série.

Classificação Clubes Pontos
1 1º de Maio de Benguela 06
2 Nacional de Benguela 04
3 Benfica do Huambo 04
4 Atlético do Namibe 04
5 Recreativo do Seles 04
6 Académica do Lobito 01
7 G.N. do Cunene 01
8 17 de Maio de Benguela 00
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Terça Ago 10, 2010 7:20 am

Resultados e classificação da série B da segunda divisão nacional

Huambo – As equipas do Nacional de Benguela e do Benfica do Huambo partilham a liderança do grupo B do torneio de apuramento ao próximo campeonato nacional de futebol da I divisão, Girabola 2010, após a disputa este fim-de-semana da quarta jornada.

O Nacional derrotou o Atlético do Namibe, por 1-0, no estádio Joaquim Morais, mesmo resultado obtido pelos "encarnados “do planalto central no reduto do GN do Cunene, em Onjiva.

Resultados completos da 4ª jornada (grupo B)


G.N. do Cunene - Benfica do Huambo 0-1

Atlético do Namibe - Nacional de Benguela 0-1

Recreativo do Seles - 1º de Maio de Benguela 0-0

17 de Maio de Benguela - Académica do Lobito 1-2



Classificação:


1 - Nacional de Benguela 07 pontos
2- Benfica do Huambo 07 ''
3 -1º de Maio de Benguela 07 ''
4- Recreativo do Seles 05 ''
5- Académica do Lobito 04 ''
6- Atlético do Namibe 04 ''
7- G.N. do Cunene 01 ''
8- 17 de Maio de Benguela 00 ''

Próxima jornada (quinta): Académica do Lobito - GN do Cunen, Benfica do Huambo - Recreativo de Sele e 1º de Maio de Benguela - Atlético do Namibe. Descansa o 17 de Maio de Benguela face a desistência do Pekandek de Malanje.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Terça Ago 10, 2010 8:23 am

Como já anteriormente a administração deste forum informou, temos tido alguns problemas com o servidor.
Tem até dúvidas sobre algumas das dificuldades que temos tido: Desaparecimento de ficheiros e até temas. A sala mais perseguida tem sido a do Waco Kungo, apesar de o prejuizo ser por todo o forum.

A administração não teve outra alternativa que não fosse criar um novo forum numa outra plataforma.
Esse forum: é actualizado permanentemente. No entanto ainda só se tem aplicado no Kuanza Sul.

Para poderes acompanhar o kuanza Sul (Waco Kungo, Seles, Sumbe, Gabela, Porto Amboím, Kibala, Conda, Mussende, etc.) regista-te com o mesmo nome que tens neste forum, em:

Um abraço para todos vós e lá vos esperamos
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Sexta Ago 20, 2010 7:44 am

Comunidade de Kipito necessita de 14 professores

Catorze professores são necessários para cobrir as vagas existentes na comunidade do Kipito , município do Seles , província do Kwanza Sul , com vista assegurar o ensino e aprendizagem do primeiro ciclo primário.

A informação foi manifestada pelo director da escola primária do Kipito, Francisco José Juca , tendo acrescentado que o referido número de professores vão permitir a inserção de mais de 700 crianças em idade escolar que se encontram fora do sistema de ensino.A par desta necessidade , acrescem-se 10 salas de aulas.

"Podemos primar pela construção de salas de aulas de carácter provisório com ajuda das comunidade e garantir que os filhos possam estudar," disse.

A escola primária do Kipito lecciona da primeira a quinta classe, onde estudam mais de mil crianças e conta com seis salas e 14 professores.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Sexta Out 01, 2010 7:38 pm

Programa de fomento da produção de café está em andamento *****anza Sul

Luanda, Angola, 30 Set - O Programa de Fomento da Cultura do Amboim, a ser executado numa área de 10 mil hectares da província do Cuanza Sul, deverá permitir a colheita de 5 mil toneladas de café em 2012, disse quarta-feira em Luanda o conselheiro do ProAgro.

Este programa, patrocinado pelo organismo federal norte-americano de apoio ao desenvolvimento USAID e pela petrolífera Chevron (Programa de Desenvolvimento Agrícola e Financeiros), visa alargar o acesso aos serviços financeiros por parte dos agricultores e das empresas agrícolas, melhorar a produção e a produtividade de algumas culturas, melhorar as práticas de processamento das culturas e ainda as estratégias comerciais de venda.

O conselheiro do ProAgro, Roque Gonçalves, disse à agência noticiosa angolana Angop que o programa, desenvolvido em parceria com a Liga das Cooperativas dos Estados Unidos da América (Clusa), com a assistência técnica do ProAgro, envolve, desde 2000, pelo menos 15 mil famílias camponesas".

O projecto é um exemplo de parceria público-privada entre o Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas e a Clusa, com vista, entre outros fins, a fazer ressurgir a produção de café, disse o conselheiro.

Roque Silva salientou que a Clusa, através do ProAgro, já auxiliou o Inca na formação e organização das 15 mil famílias produtoras de café em 13 cooperativas agrícolas.
(macauhub)
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Sexta Out 22, 2010 7:21 pm

Extinguiu-se sopro vital dos siameses

Imagem O que se sabia vir a ser o desenlace inevitável, mais dia menos dia, acabou por acontecer.Os bebés siameses que foram até Lisboa para tentarem a separação, perderam a vida quarta-feira à tarde, em pleno voo que os trazia de volta a Angola.

A informação foi comunicada à opinião pública numa conferência de imprensa, em Luanda, que teve como protagonistas o vice-ministro da Saúde, Alberto Masseca, o director do Hospital Pediátrico de Luanda, Luís Bernardino e o vice-governador do Kwanza Sul, Mateus Alves Morais de Brito.

“Lamentamos informar ao público e à comunicação social o sucedido. Esforços continuarão a ser envidados na melhoria dos serviços básicos de saúde nas diversas zonas deste país” , disse o vice ministro, antecipando-se às palavras do Doutor Luís Bernardino, que foram do mesmo modo carregadas de pesar: “ Fomos surpreendidos com esta notícia, por volta das quatro horas da tarde de hoje. Recebi a informação a partir da torre de controlo de que as crianças tinham morrido durante o voo”.


Tudo se precipitou
As nuvens de mau agoiro tinham começado a rondar os infelizes bebés no princípio da semana, quando em Portugal, no hospital Dona Estefânia que foi assumido como segunda opinião para confrontar o diagnóstico inicial feito em Luanda, o Conselho Científico encontrou uma resposta diferente da dos colegas angolanos. Contrariamente ao que chegou a ser veiculado intra-muros, os bebés tinham afinal as suas vidas dependentes de um único coração e um único fígado.

A partir daquela descoberta cruel, estava a ser escrito com outra densidade o drama existencial da humilde família de camponeses do Kwanza Sul tornada foco das luzes da ribalta desde Agosto passado, quando os bebés vieram ao Mundo. Para os menos românticos, os profissionais da saúde em primeira instância, era diáfano que a sentença estava decretada e que o resto resumia-se ao lento e irreversível passar do tempo. Tinha começado a contagem decrescente para a morte dos siameses, dois rapazes baptizados Luís, um, e Bernardo, o outro.


Vítimas das exigências do voo?
Do mesmo modo que não havia certezas prévias sobre diagnósticos nem o sucesso eventual do delicado processo cirúrgico de separação, também ninguém sabia, a ciência certa, qual o impacto real de dois voos intercontinentais, de mais de 6 horas, para a saúde (ela própria mal dominada pelos médicos, nos seus parâmetros vitais) dos pequenos.

Mas estava-se diante do secular dilema: preso por ter cão e preso por não ter, como bem ouvimos desabafar ao Dr Luís Bernardino em entrevista telefónica à LAC, na manhã de quarta-feira. De facto, não os enviar a Portugal para a tentativa de salvação era uma decisão de brutais consequências para todos, incluindo de natureza política, porque neste tipo de episódios a comoção suplanta os limites da razoabilidade e cria-se, num ápice, a sensação de que o poder de decisão é exercido por todos.

A opinião que os clínicos ventilaram foi a de que os siameses tinham condições para fazerem a viagem, sem num único instante, sequer, alguém ousar esgrimir qualquer suspeita ou argumento em contra. Dava a impressão, inclusive, que a História estava cheia de exemplos de siameses que, àquela idade e naquelas circunstâncias, haviam dado a volta ao mundo em grandes aeronaves comerciais. Mas lá está: se não utilizassem esse meio de transporte, como se faria para aproximar os infelizes dos grandes centros de referência científica, no encalço da salvação? Tudo acabou como tinha de acabar, por muito que custe a admiti-lo: a Humanidade ainda não atingiu um estágio de conhecimento científico que permita triunfar sobre a delicada e rara condição biológica dos meninos do Kwanza Sul, ou seja, ainda não se inventou a maneira de garantir que dois seres sobrevivam apoiados por um mesmo coração e um mesmo fígado. O Conselho Científico do Hospital Dona Estefánia, de Lisboa, disse-o em linguagem directa, livre de eufemismos: “ …face aos resultados obtidos, o Hospital lamenta informar que a separação é inviável, no estado actual do conhecimento científico”.


Funeral é hoje
Os bebés siameses falecidos anteontem têm hoje sepultura na província do Kwanza Sul, onde nasceram.

O anúncio foi feito em Luanda pelo vice-governador Mateus Morais de Brito, que assegurou na mesma ocasião o pleno apoio das autoridades para um funeral condigno, além da assistência reservada aos pais, dois jovens camponeses do município do Seles.

A saga dos siameses iniciou no dia 15 de Agosto quando Clementina Daniel, de 25 anos, os trouxe ao mundo.Cada um dos bebés pesava cinco kilogramas.


O pós-siameses
Quando um alto responsável do sector da saúde, no caso o vice ministro Alberto Masseca, disse o que disse na conferência de imprensa convocada em Luanda para anunciar a brusca interrupção de toda a batalha para salvar os siameses, relativamente à “melhoria dos serviços básicos de saúde nas diversas zonas do país”, lançou a pedrada no charco que concita ao debate e à reflexão que não são de hoje.

Serenados que parecem estar os ânimos depois do choque e da comoção do desenlace fatal, o episódio remete-nos de imediato ao velho e intrincado problema que nos aflige: as condições em que cuidamos da saúde dos nossos concidadãos.

Não há ilusões: temos rapidamente que inverter o quadro e continuar a trabalhar com coragem, audácia, persistência. Os avanços todos os conhecemos, o número de hospitais cresceu, indicadores como a mortalidade maternoinfantil melhoraram de modo substancial mas a cobertura sanitária possui ainda imensas zonas de sombra. A equação é simples e conhecida de todos: quanto mais afastados dos grandes centros urbanos, maiores os riscos e a exposição ao perigo para as populações.

[b]No caso que nos prende, a pergunta parece óbvia: terá a jovem mãe dos siameses, durante a gravidez, beneficiado de algum exame avançado com recurso à ecografia? Haverá na região de Seles algum centro assistencial equipado com esse moderno aparelho? Temos as nossas dúvidas! Certamente que a observação por pessoal capacitado do estado de evolução da gravidez de Clementina Daniel, o visionar dos fetos, teriam antecipado as respostas que nestes últimos dias procurámos desesperadamente obter. Este caso, pese toda a sua carga de improbabilidade intrínseca, deve servir, ainda assim, para nos lançar na dura e necessária batalha em prol dos mais desfavorecidos.


A saúde precisa de ser mais transversal, mais descentralizada. Não vale a pena termos os nossos melhores especialistas concentrados na grande e absorvente Luanda, como se os limites da vida aqui se esgotassem. Desguarnecer o resto de Angola, os mais de cento e cinquenta municípios rurais mal tocados pelos ventos do progresso e da modernidade e com pouco potencial de enriquecimento, significa apenas, para todos, um adiamento estéril do velho problema. Mais cedo ou mais tarde, teremos mesmo de lhe dar resposta, da mesma maneira que hoje todos compreendemos a urgência de se edificar tribunais a toda a dimensão das municipalidades, para que a justiça não seja o amontoado de processos nos poucos tribunais instalados nas cabeceiras provinciais.

Se alguma lição os siameses nos legaram, na sua meteórica passagem pelo Mundo, foi esta: precisamos nos superar, a cada dia. O tempo não espera! [/b]
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Sexta Nov 12, 2010 7:10 pm

Seles acolhe acto provincial alusivo ao 11 de Novembro

O município do Seles, à 80 quilómetros da sede do Kwanza Sul, alberga quinta-feira, o acto político provincial em alusão aos 35 anos de independência nacional, proclamada a 11 de Novembro de 1975.
De acordo com o programa comemorativo, a que a Angop teve acesso hoje, quarta-feira, orientará as celebrações o governador Serafim Maria do Prado, numa jornada que iniciará com deposição de uma coroa de flores no túmulo do Soldado Desconhecido.
Igualmente está prevista a reinauguração do bloco operatório do Hospital Municipal, além da abertura de uma agência do Banco Internacional de Créditos (BIC), lançamento do sistema de telefonia móvel da Movicel e respectiva loja de venda de produtos, assim como visitas a diversas obras infra-estruturais.
O programa contempla ainda a realização de uma exposição fotográfica, dedicada a realizações do país, nos 35 anos de independência, torneios desportivos e festivais músico-culturais.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Domingo Nov 14, 2010 8:25 pm

Governador diz que independência permitiu conquista da angolanidade

Seles - O governador provincial do Kwanza Sul, Serafim Maria do Prado, apontou nesta quinta-feira, no município do Seles, a conquista da identidade própria angolana como um dos principais ganhos do alcance da independência, a 11 de Novembro de 1975.

Ao discursar no acto político provincial em alusão aos 35 anos de independência de Angola, no município do Seles, 80 quilómetros da sede do Kwanza Sul, o governante enalteceu o valor histórico e a trajectória para o alcance da independência por ter proporcionado aos angolanos o direito a liberdade e a autodeterminação, levando-os a aprender, compreender e respeitar a importância e o valor da unidade, da paz e da democracia.

"Com orgulho podemos afirmar que valeu a pena. Valeu a pena, não só porque vencemos, mas e fundamentalmente, porque ganhamos uma identidade e aprendemos a compreender e respeitar melhor, a custa dos nossos próprios sacrifícios, a importância e o valor da unidade, da paz e da democracia que estamos a consolidar" - frisou.

Na opinião de Serafim do Prado, com o alcance da independência política é necessário que toda a sociedade envide cada vez mais esforços no sentido de se conquistar a auto-suficiência económica.

"Com o alcance da independência politica devemos lutar para a independência económica que é a mais difícil, sobretudo num país que viveu uma longa guerra e teve as suas infra-estruturas totalmente destruídas de Cabinda ao Cunene" - considerou.

De acordo com o responsável, a fase de reconstrução afigura-se como a mais difícil e não deve ser entendida como uma obrigação e dever somente do Governo mas de todos os sectores da sociedade civil que devem contribuir com iniciativas concretas na preservação e conservação dos bens conquistados e na implementação de projectos dirigidos a luta contra a miséria, pobreza e fome.

O propósito, inspirado no principio de que "o mais importante é resolver os problemas do povo", explicou o Governador, consiste em" propiciar a todos os angolanos, sem qualquer descriminação" condições condignas para uma vida estável e sadia, compatível com os recursos e dimensão do país.

Com o alcance da independência e da paz, acrescentou, o Governo angolano tem direccionado as suas atenções em diversos projectos de carácter social como a reabilitação de todas as infra-estruturas destruídas e degradadas durante o conflito armado assim como na realização de novos investimentos nos mais variados sectores.

Dentre estas, destacou a construção de habitações sociais, escolas, hospitais, postos e centros de saúde, pontes, estações de tratamento de água e de fornecimento de energia eléctrica, estradas, fábricas e instalações administrativas.

Presenciaram o acto distintas individualidades da província entre membros do executivo local, deputados do circulo provincial, entidades eclesiásticas, judiciais e autoridades tradicionais bem como munícipes.

A independência nacional foi proclamada a 11 de Novembro de 1975 pelo nacionalista António Agostinho Neto que, em seguida, assumiu o cargo de primeiro Presidente da República Popular de Angola.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Nov 22, 2010 10:49 pm

Kwanza Sul
Inaugurada agência do BIC no município do Seles

Sumbe
– O governador provincial do Kwanza Sul, Serafim Maria do Prado, procedeu sexta-feira, a inauguração da primeira agência do Banco Internacional de Créditos (BIC), no município do Seles.
O governante manifestou, na ocasião, a sua satisfação pela abertura do banco que vai facilitar a vida dos funcionários públicos, empresários e comerciantes na movimentação de valores monetários.
“Esta agência vai permitir um melhor controle das rendas e poupanças dos cidadãos e o desenvolvimento de negócios e aquisição de financiamentos por parte de empresários, comerciantes e interessados.” – frisou.
Por sua vez, Fernando Teles referiu que com esta iniciativa o banco espera contribuir no desenvolvimento do município da província e do país em geral, sobretudo na concessão de créditos na agricultura e na pecuária.
Segundo o responsável, o BIC já ultrapassa os dois biliões e 200 milhões de dólares em créditos concedidos aos seus clientes, mas tem ainda assim espaço para continuar a conceder.
“Nós hoje somos um banco que ultrapassa os três biliões e 800 milhões de dólares em depósito, quer dizer que temos uma margem grande para continuar a conceder crédito. É preciso tão somente que as propostas de projectos sejam viáveis e rentáveis” –frisou.
O Banco BIC é, assim, o primeiro a instalar-se no municipio do Seles, 80 quilometros da capital da província do Kwanza Sul, que ganha o quinto balcão depois do Sumbe, Porto Amboim, Kibala e Wako Kungo.
A mesma vai funcionar a partir de segunda-feira e conta com cinco trabalhadores, incluindo o gerente.
Na localidade decorrem igualmente as obras de construção da primeira agência do Banco de Poupança e Crédito (BPC), cujo término está aprazado para daqui há quatro meses.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Quinta Dez 02, 2010 1:39 pm

Vidas mudadas a ler e escrever

As mulheres que participam na alfabetização nos municípios do Sumbe, Porto Amboim Quibala, Amboim e Seles sentem na vida diária os benefícios de terem aprendido a ler e escrever. A Associação Angolana para Educação de Adultos (AAEA) introduziu no Kwanza-Sul, um projecto de alfabetização denominado “APLICA”, inspirado no sistema de Paulo Freire.
O método, para além de ensinar a ler e escrever, também incorpora os conhecimentos sobre o mundo em que vivem as comunidades, os cuidados primários de saúde, calendários agrícolas, VIH/Sida, género e educação cívica, direitos humanos e ambiente.
Com um ensino baseado na aplicação dos recursos locais, com o sistema “APLICA” os participantes aprendem a desenhar letras no chão, depois copiam-nas para o papel e finalmente para o quadro onde também aprendem os sons das palavras. É uma aprendizagem onde todos dão opinião.
As pessoas que aderiram ao “APLICA” são os verdadeiros actores e decisores dos problemas que os afectam, principalmente, os relacionados com o saneamento do meio, identificação das acções para a erradicação de doenças, construção de latrinas e melhoramento das cacimbas.
Como resultado desta aprendizagem, a malária e outras doenças estão a diminuir. As autoridades ligadas á alfabetização nos municípios da Quibala, Sumbe e Amboim confirmaram que existem grandes melhoras nas comunidades onde funciona o programa de alfabetização “APLICA”.
José António Máquina, responsável da alfabetização na Quibala, disse ao Jornal de Angola que o processo de alfabetização no município teve maior cobertura durante o ano corrente, pela Associação Angolana para Educação de Adultos (AAEA).
A administradora comunal adjunta do Quicombo, Elsa Sara dos Santos Lialunga, acompanha o processo de alfabetização e confirmou os resultados alancados, sobretudo com as mulheres.
Elsa Sara Lialunga afirmou que na comuna do Quicombo, fruto dos debates nos círculos “APLICA”, a participação comunitária melhorou em todos os sentidos.
“Quando assumimos a administração comunal encontrámos imensas dificuldades em termos de comunicação com as comunidades, mas hoje a realidade é completamente diferente, graças ao processo de educação de jovens e adultos”, reconheceu.
E os beneficiários do projecto, na sua maioria mulheres, fazem um balanço positivo e dizem que houve ganhos significativos nas suas vidas.

Melhores negócios

Maria Elias, moradora no bairro Marien Ngouaby, arredores da Quibala, ingressou na alfabetização há três anos e disse á nossa reportagem que agora vê diferente o mundo que a rodeia, principalmente no capítulo da gestão financeira.
“Antes de entrar na alfabetização, tinha muitas dificuldades em manejar os negócios e até tinha prejuízos”, confessa. Maria Elias recorda os tempos em que se sentia inferiorizada e nem se atrevia a falar numa reunião da comunidade. Hoje ela discute com a comunidade e apresenta os seus pontos de vista: “a alfabetização é a chave para o sucesso em todas as tarefas”, disse.
Outra participante que confirmou o êxito alcançado por saber ler e escrever foi Laurinda Sabino. Faz negócio de batata no mercado municipal da Quibala: “o negócio cresceu porque já consigo planificar e até sei determinar as margens de lucro”.
Lídia Ferramenta é parceira da Associação Angolana para Educação de Adultos no município do Amboim (Gabela) e diz que o processo “APLICA” veio potenciar as comunidades sobre o seu papel na preservação do Ambiente e prevenção das infecções sexualmente transmissíveis. “A adesão crescente das pessoas aos círculos APLICA resulta dos resultados que estamos a ter nos bairros e estamos animados em prosseguir”, frisou.

Milhares de alfabetizados

O presidente da Associação Angolana para a Educação de Adultos, Victor Barbosa, anunciou que a sua organização alfabetizou cinco mil pessoas nas províncias de Luanda, Bengo e Kwanza-Sul.
Victor Barbosa considera que “a introdução do método APLICA trouxe inúmeros benefícios às comunidades, fruto da dedicação dos próprios participantes e da colaboração das autoridades administrativas, tradicionais e líderes comunitários”, disse.
O presidente da Associação Angolana para Educação de Adultos enaltece o método “APLICA” porque permite uma participação interactiva onde o professor tem apenas a missão de provocar debates em torno de um dado tema.
De acordo com Victor Barbosa, “o método é transversal porque habilita as pessoas a ler e escrever, mas também permite às pessoas olharem de forma crítica o que está à sua volta e organizar a sua vida diária”.
O presidente da Associação Angolana para Educação de Adultos considerou positiva a relação entre os diferentes actores que lidam com o processo de educação de jovens e adultos, tendo defendido a necessidade de se encontrarem formas e métodos adequados que respondam aos anseios das pessoas envolvidas no processo. Vítor Barbosa reconheceu os apoios materiais e financeiros recebidos de organizações congéneres e instituições estrangeiras, com destaque para a DVV da Alemanha, a Íbis da Dinamarca e a ICCO da União Europeia
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Quinta Dez 02, 2010 7:16 pm

Hospital do Seles sem condições para receber pacientes
Imagem O hospital municipal do Seles, província do Kwanza Sul, carece de serviços de hemoterapia, maternidade e laboratório. Segundo a administração local, esforços estão a ser feitos para que as dificuldades sejam ultrapassadas.

Sendo um dos 12 municípios da província, Seles conta com uma população estimada em mais de 20 mil e 700 habitantes.

Entretanto, uma das maiores dificuldades no único hospital do município, soa os recursos humanos. “Não temos médicos e, tem sido muito difícil trabalhar assim” , disse Genito Segunda, enfermeiro em serviço.

O hospital conta agora com obras de restauração e apetrechamento e por isso os serviços de médicos estão a ser transferidos para o município do Sumbe.
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor matumbo em Quinta Dez 09, 2010 6:41 pm

Investidos 301 milhões em infra-estruturas sociais
O governo provincial do Kwanza Sul investiu este ano 301,527 milhões de Kwanzas na construção de infra-estruturas sociais em quatro dos 12 municípios da província, informou terça-feira o director local das Obras Públicas, Osvaldo Brás.
Imagem
Em declarações à Angop na cidade do Sumbe, o responsável disse que deste montante, 78,742 milhões foram empregues na construção de um centro pré-universitário, com 12 salas de aula, no município do Seles, e 81,760 milhões numa instituição idêntica no de Mussende.

Foram igualmente gastos 49, 939 milhões na construção de uma escola no município da Conda, enquanto que um posto de saúde e uma residência para os enfermeiros no município da Quilenda custaram 14,784 milhões e 952 Kwanzas .

Na comuna do Condé (município do Ebo) está em obras um posto de saúde e uma residência para o enfermeiro, avaliados em 188,339 milhões Kwanzas.

A instalação da delegação provincial do Kwanza Sul da Televisão Pública de Angola custou 63,248 milhões e 791 Kwanzas.

De acordo com o director provincial, parte destas obras estão concluídas, enquanto outras deverão terminar no próximo ano.
matumbo
Top membros
 
Mensagens: 383
Registado: Quinta Nov 19, 2009 5:41 pm

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor matumbo em Quinta Dez 09, 2010 6:46 pm

Inaugurada agência do BIC no município do Seles
Sumbe – O governador provincial do Kwanza Sul, Serafim Maria do Prado, procedeu sexta-feira, a inauguração da primeira agência do Banco Internacional de Créditos (BIC), no município do Seles.
O governante manifestou, na ocasião, a sua satisfação pela abertura do banco que vai facilitar a vida dos funcionários públicos, empresários e comerciantes na movimentação de valores monetários.
“Esta agência vai permitir um melhor controle das rendas e poupanças dos cidadãos e o desenvolvimento de negócios e aquisição de financiamentos por parte de empresários, comerciantes e interessados.” – frisou.
Por sua vez, Fernando Teles referiu que com esta iniciativa o banco espera contribuir no desenvolvimento do município da província e do país em geral, sobretudo na concessão de créditos na agricultura e na pecuária.
Segundo o responsável, o BIC já ultrapassa os dois biliões e 200 milhões de dólares em créditos concedidos aos seus clientes, mas tem ainda assim espaço para continuar a conceder.
“Nós hoje somos um banco que ultrapassa os três biliões e 800 milhões de dólares em depósito, quer dizer que temos uma margem grande para continuar a conceder crédito. É preciso tão somente que as propostas de projectos sejam viáveis e rentáveis” –frisou.
O Banco BIC é, assim, o primeiro a instalar-se no municipio do Seles, 80 quilometros da capital da província do Kwanza Sul, que ganha o quinto balcão depois do Sumbe, Porto Amboim, Kibala e Wako Kungo.
A mesma vai funcionar a partir de segunda-feira e conta com cinco trabalhadores, incluindo o gerente.
Na localidade decorrem igualmente as obras de construção da primeira agência do Banco de Poupança e Crédito (BPC), cujo término está aprazado para daqui há quatro meses.
matumbo
Top membros
 
Mensagens: 383
Registado: Quinta Nov 19, 2009 5:41 pm

Re: NOTÍCIAS DO SELES

Mensagempor Vitor Oliveira em Domingo Dez 12, 2010 5:15 pm

Docentes aumentam na vila do Seles
Imagem Um total de 166 novos professores do ensino primário e do primeiro ciclo secundário, no município do Seles, que ingressaram para o ramo da educação através do provimento de vagas para o quadro docente, através de concurso público, participaram recentemente numa formação de capacitação pedagógica.
O seminário decorreu no ginásio da escola do Iº ciclo secundário, na sede do município, com uma duração de cinco dias e foi promovido pelo núcleo municipal para o ensino pedagógico.
A acção formativa visou dotar os docentes sobre conhecimentos ligados aos princípios didácticos e normas psico-pedagógicas, de modo a servirem de ferramentas fundamentais no exercício das suas actividades e garantir um ensino com qualidade e exemplar.
Aos novos docentes foram ainda ministradas matérias como “metodologia do ensino da língua portuguesa, de matemática, das ciências, estudo do meio, educação física, musical, manual plástica, plano de aula, prevenção do VIH/Sida, acidentes com minas, princípios pedagógicos, qualidades do professor”, entre outros.
No encerramento do seminário o administrador municipal do Seles, Rui Feliciano Miguel, reconheceu o esforço do Ministério da Educação em incluir, no pacote de acções para este ano, o aumento de mais quadros para o sector, bem como a sua capacitação pedagógica. "Temos de reconhecer os esforços do Ministério da Educação, no tocante ao aumento de mais professores e ao mesmo tempo criar as condições para a sua formação pedagógica, de modo a responderem às exigências impostas neste milénio, nomeadamente a de oferecer à futura geração qualidade de ensino compatível com os padrões universais", frisou.
Rui Feliciano Miguel acrescentou que a educação e ensino moldam a criança com conhecimentos habilidosos nos domínios tecnológico e científico. Para ele "não há desenvolvimento sem um ensino seguro e com professores dotados de instrumentos teóricos e práticos para os aplicar". De recordar que com o ingresso de mais 166 novos professores o município do Seles conta, actualmente, com um total de 929 professores de ambos os subsistemas, o que vai diminuir de forma significativa as carências que se faziam sentir no sector.
Em termos de escolas o município conta com 39 estabelecimentos, sendo 32 do ensino primário, 6 do Iº ciclo do ensino secundário e uma do II ciclo secundário. De acordo com a secção municipal da educação, no município foram matriculados 31 mil e 476 alunos para este ano lectivo. Mais de 10 mil alunos estão fora do sistema de ensino, número que preocupa a secção municipal do Seles da Educação.

Fonte: Jornal de Angola
Avatar do utilizador
Vitor Oliveira
Administrador do fórum
 
Mensagens: 5484
Registado: Sexta Abr 24, 2009 2:14 pm
Localização: Alferrarede - Abrantes - Portugal
---------

AnteriorPróximo

Voltar para SALA DO SELES - KUANZA SUL

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron