SAÚDE EM ANGOLA

DESENVOLVIMENTO - SAÚDE - ECONOMIA - LIBERDADE - CRIMINALIDADE - LUSOFONIA

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 04, 2009 2:26 am

Kwanza Sul
Inaugurada clínica de saúde privada no município do Sumbe

Sumbe – O município do Sumbe, província do Kwanza Sul, acaba de ganhar uma clínica denominada “Mulemba Wetu”, fruto de um investimento privado avaliado em 200 mil dólares, inaugurada sábado, pelo vice-governador, Mateus de Brito.



Ao fazer a sua apresentação, o administrador geral, José Caionda, disse que a unidade sanitária possui 35 compartimentos, dentre os quais uma sala para os serviços de urgência, sala para consultas externas, laboratório de análises clínicas, serviço de farmácia e armazenamento de medicamentos, tratamento ambulatório, internamento pediátrico, entre outros serviços.



Em termos de equipamentos e apetrechos contém um microscópio paraanálises clínicas, estufa de popiné, ecógrafo, electrocardiografo, 24 camas para adultos, 14 berços pediátricos, mobiliário diverso para os serviços administrativos, ambulância, entre outros.



Tem disponíveis 38 funcionários entre pessoal administrativo, médico e técnicos de enfermagem.



Após uma visita às instalações, o vice-governador disse ser uma mais valia para a província, acrescentando que a mesma demonstra a boa parceria existente entre o sector privado e o público na procura de soluções para minimizar as dificuldades das populações em termos de acesso aos serviços de saúde.



Mateus de Brito considerou a estrutura como de qualidade e de grande valor económico e social. Fez votos de que a mesma ajude a melhorar o atendimento às populações do Sumbe e alargue a rede sanitária.



Participaram na cerimónia entidades tradicionais, eclesiásticas e membros do governo da província.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Ago 05, 2009 2:49 am

Uíge - Os habitantes do município do Bungo, 81 quilómetros a nordeste da capital da província do Uíge, terão ainda este ano, uma unidade hospitalar de referência com capacidade para 70 camas.




A informação foi prestada há dias, pelo director provincial da Saúde no Uíge, Henrique Bangi Moco, no final da visita que o governador local, Mawete João Baptista efectuou ao município.




O novo hospital terá áreas de medicina e pediatria, dois blocos operatórios, serviços de análises clínicas, radiologia e estomatologia.




De acordo com Henrique Moco, prevê-se a montangem na unidade de uma estrutura de reabilitação física e um núcleo de formação permanente dos técnicos do sector dos municípios do Bungo, Damba e Maquela do Zombo.




A obra está enquadrada no programa do investimentos públicos que já permitiu a
construção de hospitais nos municípios do Puri e Mucaba.




Para o responsável, a entrada em funcionamento da unidade vai exigir o recrutamento de um corpo clínico capaz de responder as necessidades dos munícipes em termos de assistência médica.




Por este facto, considerou necessidade se proceder o recrutamento de médicos
estrangeiros, em especial nas áreas de pediatria e cirurgia, enquanto se aguarda pela formação de técnicos nacionais.



A construção do hospital do Bungo iniciou no final de 2008.
Você não tem permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quinta Ago 06, 2009 4:15 am

Saúde
Bastonário afirma que rigor deontológico facilita relação médico-paciente

Luanda - O bastonário da Ordem dos Médicos de Angola, Carlos Pinto de Sousa, considerou hoje, em Luanda, que os técnicos de saúde devem ter um pleno conhecimento cientifico e rigor ético-deontológico, se quiserem manter uma relação salutar com os doentes.

Carlos Pinto fez essa consideração na abertura da campanha sobre Ética e Deontologia entre Profissionais de Saúde, a decorrer no Hospital Geral Especializado Neves Bendinha, tendo afirmado que "a humanização, dentro da área de saúde, revela as excelentes marcas de dignidade desta profissão".

"Para prevenir e tratar as doenças, o profissional deve ser capaz de aplicar o conhecimento científico e necessita comunicar com o paciente, tendo sempre presente que o doente é uma pessoa que representa a trave mestra da actividade clínica".

Do seu ponto de vista, "a verdadeira questão de comunicação é conhecer de facto as limitações sociais, culturais e religiosas de cada doente, bem como esclarecer, orientar e prestar as informações de forma minuciosa".

Assegurou também que a comunicação entre agentes de saúde e doentes deve ser feita por uma avaliação e gestão da dor, com instrução dos pacientes e familiares sobre como compreender os sintomas e pelo estabelecimento de confiança.

Dessa forma, afirmou, torna-se possível entender e proteger os valores culturais, psicossociais e espirituais dos pacientes.

Por sua vez, José Luís Pascoal, da Comissão Organizadora, referiu que a Campanha de Nível Nacional "desponta num momento em que se sente a crise de degradação de valores éticos, morais e deontológicos no país".

Reconheceu que há algumas debilidades, razão pela qual pretendem reiterar o compromisso de ***prir com o juramento feito por altura da formação.

Durante a campanha, no Hospital Geral Especializado Neves Bendinha, foi inaugurado o Gabinete do Utente.

A campanha tem por objectivo moralizar as lideranças das unidades sanitárias a vários níveis, sensibilizar os profissionais com boas práticas de saúde e reconquistar a confiança do público nos profissionais e nas unidades sanitárias públicas e privadas.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Ago 07, 2009 2:59 am

Lunda Norte
Diagnosticados cinco casos de cancro de **** no Dundo

Dundo - Cinco casos de cancro de **** foram diagnosticados, de Janeiro a Julho do ano em curso, no Centro de Oncológia do Dundo, Município do Chitato, província da Lunda Norte, informou hoje, nesta cidade, a responsável local, Rosa Gloria Ilunga.


Segundo a responsável, durante o período, 25 mulheres realizaram exames no Centro de Testagem e Tratamento do Cancro de **** do Dundo.


A especialista disse que este facto é resultante da fraca adesão de mulheres às consultas no Centro Oncológico.


Por outro lado, apontou a necessidade da realização mensal do auto-exame das mamas, após o período menstrual, por formas a conhecer o seu estado quanto a doença.


A fonte revelou que para inverter o quadro, os especialistas dos centros de tratamentos têm realizado palestras e campanhas de mobilização da população sobre os sintomas e os métodos de tratamento da doença.


Considerou ainda importante o apetrechamento do Centro Oncológico com equipamentos modernos que permitam diagnosticar a doença, de modo a evitar o envio de pacientes a capital do país para o tratamento.


O Cancro da **** é um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário e que se pode disseminar em todo o corpo.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Ago 10, 2009 1:50 am

Bié
Vacinadas mais de seis mil mulheres contra o tétano no Kunhinga



Kunhinga - Seis mil 224 mulheres, com idades entre 14 e 49 anos, foram vacinadas este ano contra o tétano no município do Kunhinga, a 30 quilómetros a norte da cidade do Kuito, província do Bié.



Em declaração à Angop, o director da unidade hospitalar na região, Diamantino Esperança, informou que foi possível atingir os objectivos definidos pelo facto do sector da saúde local ter desdobrado as equipas de vacinadores nos locais com maior concentração populacional, tais como igrejas, mercados e escolas, bem como nas zonas mais longínquas da região.



A campanha, segundo Diamantino esperança, visa imunizar as mulheres ainda em idade fértil, assim como evitar o surgimento de muitas mortes causadas por tétano, sobretudo na altura do parto.



Sem revelar a quantidades de doses de vacinas e de técnicos disponíveis para a materialização do projecto, afirmou apenas estarem criadas todas as condições materiais, logísticas e financeiras.



Por outro lado, a fonte disse ainda que o sector que dirige tem vindo a envidar esforços para proporcionar melhores condições no atendimento as populações daquela vila, visando reduzir no máximo o índice de mortalidade, fundamentalmente a infantil.



Agradeceu o empenho do governo local, através do sector da saúde, pela prestação no fornecimento de medicamentos e outros materiais úteis para a execução das suas actividades.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 11, 2009 2:47 am

Seminário
Técnicos de saúde aprimoram conhecimentos no Uíge

Uíge - Técnicos de saúde de vários municípios da província do Uíge participam desde hoje, nesta cidade, num seminário de capacitação sobre Gestão das Unidades Sanitárias, promovido pela Organização não Governamental GN CUAMM e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).


Com duração de quatro dias, o curso vai ministrar matérias sobre conceitos básicos de estatística, epidemiologia (prevalência, incidência, natimortalidade, mortalidade perinatal, mortalidade infantil, mortalidade materna e letalidade) e demografia.


A estrutura essencial do sistema informativo e explicação da sua importância como instrumento de planificação e decisão e indicadores de saúde, gestão de recursos materiais e humanos e gestão de uma unidade sanitária serão também analisadas.


Falando no acto de abertura, o director provincial da saúde no Uíge, Henrique Bengi Moço, destacou a importância do seminário, referiu que a realização da acção formativa enquadra-se *****mprimento das recomendações do último conselho consultivo alargado do sector, realizado no município do Sanza Pombo.


Disse pretender-se com a realização desta formação melhorar a qualidade do trabalho, com vista a responder as exigências do governo, que visam a prestação de boa assistência sanitária à população.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Ago 12, 2009 3:27 am

Kwanza Norte
Comissão aprova actividades preventivas da gripe A



Ndalatando - A Comissão Provincial de Prevenção da Gripe A no Kwanza Norte aprovou hoje, em Ndalatando, um cronograma de actividades para acautelar casos da doença, que afecta actualmente inúmeros países, sobretudo do Continente Americano.



Aprovado durante um encontro dirigido pelo presidente da comissão, o vice-governador Abreu Pereira da Silva, o programa subdivide-se em três fases, sendo pré-epidemica, epidémica e pós-epidêmica.



Constam das tarefas pré-epidêmicas a divulgação de medidas preventivas através da emissora provincial da Rádio Nacional de Angola, criação de subgrupos técnicos municipais e preparação de enfermarias nos hospitais, para a colocação de possíveis doentes suspeitos.



A elaboração de medidas preventivas para o combate de um provável surto e a promoção de palestras de sensibilização sobre a gripe A, nos principais lugares de concentração de pessoas, a criação de fichas de notificação de casos e o estabelecimento de reuniões quinzenais fazem também parte do cronograma de tarefas da primeira fase.



Os membros da comissão estabeleceram como medidas da fase epidémica a contínua realização de palestras de sensibilização, manipulação correcta de possíveis cadáveres, recolha de amostras para estudos laboratoriais, vigilâncias epidemiológicas e outras acções.



A etapa pós-epidémica deverá observar-se através do prosseguimento da divulgação das medidas de prevenção, vigilância epidemiológica e palestras, tendo sido estabelecidas reuniões semanais do grupo, caso a província seja assolada pela doença.



O presidente da comissão, Abreu da Silva, apelou aos membros do grupo a darem resposta cerrada *****mprimento das tarefas de combate a eventuais casos da gripe A na província.



A comissão, criada através de um despacho do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, está inserida na Comissão Provincial de Protecção Civil.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Ago 14, 2009 1:29 am

Moxico
PAV recruta 510 vacinadores para imunizar mais de 100 mil crianças contra pólio

Luena - Quinhentos e dez vacinadores e registadores foram recrutados para vacinar mais de 148 mil crianças contra a pólio, no Moxico, de 14 a 16 de Agosto, informou à Angop, uma fonte sanitária.

O supervisor provincial do Programa Alargado de Vacinação (PAV), Domingos Mufeje, explicou que a campanha será abrangente á crianças menores de cinco anos de idade.

Para o êxito da campanha, foram criados 255 equipas de vacinadores que serão distribuídos em postos de saúde, mercados, igrejas, escolas e outros locais.

Foram igualmente recrutados 125 mobilizadores que já começaram a disseminar mensagens casa-a-casa, desde quarta-feira última, para sensibilizar a população.

A vacina contra a paralisia infantil, que visa proteger as crianças do polivirus selvagem, decorrerá em todos os municípios da província.

Na campanha realizada em Junho, o PAV imunizou 37 mil petizes, das 121 mil e 957 previstas, bem como desparasitou com Albendazol 27 mil crianças, enquanto 34 mil e 306 receberam a dose de vitamina "A".
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Segunda Ago 17, 2009 2:00 am

Huíla
Recomendada criação de mecanismos para atendimento personalizado nos hospitais

Lubango - Os gestores das principais unidades sanitárias públicas e privadas da cidade do Lubango, província da Huíla, foram aconselhados a criar mecanismos para atender com eficiência os pacientes, indicam as recomendações de um seminário encerrado sábado.



A recomendação é do seminário sobre gestão do atendimento ao público nas unidades de saúde, encerrado sábado e que reuniu 26
técnicos da província da Huíla, numa responsabilidade da direcção provincial da saúde e Escola Técnica de Formação Profissional da
saúde (ETPS).



O evento recomendou também que os gestores a elaborar e organizar os fluxogramas de atendimento ao público nos sectores de bancos de urgências, consultas externas, internamentos e áreas de diagnósticos, visando a melhoria de qualidade dos serviços prestados pela população.



Os participantes consideraram igualmente ser importante que se imprimam mudanças de comportamentos, atitudes e práticas aos
prestadores, pela via de treinamento, orientações e supervisão das actividades nos bancos de urgências e postos médicos.



Pedem que se alargue a formação de atendimento ao público aos directores gerais, clínicos, administradores dos hospitais de
referência, assim como aos supervisores de programa de saúde pública, médicos, enfermeiros, entre outros.



Durante dois dias, o evento que juntou 26 gestores do banco de urgência, sala de partos e clínica geral abordou, de entre vários
temas, a gestão de atendimento aos pacientes e a organização das áreas de atendimento, supervisão e liderança.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Terça Ago 18, 2009 12:52 am

Cunene
Mais de 200 cidadãos recebem assistência no hospital de Ondjiva

Ondjiva – Duzentos e 90 pacientes com varias doenças foram assistidos no fim-de-semana, no banco de urgência do Hospital Central de Ondjiva, província do Cunene, menos 193 em relação à semana anterior, informou hoje à Angop a enfermeira, Clotilde Ndemuyolifa.

A responsável informou que este número de citadinos que acorreu aos serviços da unidade sanitária, 165 são adultos e 125 crianças, dos quais 44 ficaram internados, devido ao estado crítico que se encontravam.

Sublinhou que os internamentos dirigiram-se às áreas da maternidade, com 18 casos, cirurgia nove, medicina e pediatria, com sete cada, cuidados intensivos da pediatria um, assim como um nos cuidados intensivo gerais.

Clotilde Ndemuyolifa destacou a malária, doenças diarreicas tuberculoses, pneumonia, anemia agudas, entre outras, como as doenças mais frequentes, durante o período, naquela instituição hospitalar.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Quarta Ago 19, 2009 12:56 am

Melhor atendimento aos utentes da saúde
18 de Agosto, 2009 Tamanho da letra Enviar Enviar artigo por E-Mail
Nome do remetente: E-mail do destinatário: Comentário: Os gestores das principais unidades sanitárias públicas e privadas da cidade do Lubango, província da Huíla, foram aconselhados a criar mecanismos para atender, com eficiência, os pacientes.
A recomendação foi feita durante um seminário sobre gestão do atendimento ao público nas unidades de saúde, que encerrou no sábado e que reuniu 26 técnicos da província da Huíla. A acção foi da Direcção Provincial de Saúde e da Escola Técnica de Formação Profissional de Saúde.
Os participantes recomendaram ainda aos gestores a elaborar e organizar os fluxogramas de atendimento ao público nos bancos de urgência, nas consultas externas, internamentos e áreas de diagnóstico, visando a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população.
Os participantes consideraram igualmente importante a mudança de comportamento, atitudes e práticas pela via do treino, orientação e supervisão das actividades nos Bancos de urgência e Postos Médicos.
Pedem que se alargue a formação de atendimento ao público aos directores-gerais, clínicos, administradores dos hospitais de referência e aos supervisores de programas de Saúde Pública, médicos e enfermeiros. Durante dois dias, o encontro, que juntou 26 gestores do Banco de urgência, Sala de Partos e Clínica Geral abordou, entre vários temas, a gestão de atendimento aos pacientes e a organização das áreas de atendimento, supervisão e liderança
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Sexta Ago 21, 2009 2:03 am

Saúde
Malanje terá mais hospitais municipais

Malanje - O governador da província de Malanje, Boaventura Cardoso, anunciou, aquando da sua visita de três dias ao município de Marimba, a construção de um hospital municipal em cada sede municipal da província, até 2012, visando a melhoria da assistência sanitária às populações.

O governante anunciou o facto durante um encontro que manteve com as autoridades tradicionais, que visou inteirar-se das suas preocupações.

“Vamos construir uma escola de doze salas de aulas a partir de 2010, no âmbito de um programa de emergência, que prevê também a inclusão de dois postos médicos”, frisou o governador, acrescentando que será ainda aumentada o número de escolas.

Por outro lado, Boaventura Cardoso considerou preocupante o estado de degradação que apresenta parte da estrada que dá acesso ao município de Marimba, tendo explicado que o troço Malanje-Mangando está a ser reabilitado, mas constam igualmente dos planos do governo a intervenção no percurso Dala samba/Marimba, para os próximos dias.

Acrescentou que a reabilitação destes dois troços que ligam o município de Marimba à sede da província são importantes para fomentar o desenvolvimento socio-económico na região.

Disse que ao se concretizar este objectivo, a actividade comercial será um facto, porquanto os empresários de Malanje poderão investir na circunscrição, bem como será facilitada a movimentação de mercadorias e a entrada de turistas e, consequentemente, o preço dos produtos deverão ******.

Por outro lado, o governador respondeu a uma solicitação dos Sobas de Marimba, relativamente ao registo civil, ressaltando que a situação aflige todos os municípios da província, razão pela qual foi solicitada ao ministério da justiça para solucionar o problema.

As autoridades tradicionais falaram igualmente dos atraso dos subsídios e da insuficiência de fardas e outros haveres, solicitando a intervenção do governo.

A visita do governador ao município de Marimba visou inteirar-se da vida das populações e o funcionamento da administração municipal.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Domingo Ago 23, 2009 1:41 am

Malanje
Cacuso conta com clínica móvel para testagem de HIV/Sida

Malanje - O município de Cacuso, a 72 quilómetros a nordeste da cidade de Malanje, vai contar, em princípios de Setembro, com
uma clínica móvel para testagem de HIV/Sida para facilitar a comunicação e educação sobre a doença, bem como realizar testes.

Em declarações à Angop hoje, na cidade de Malanje, o supervisor do programa provincial de luta contra a Sida, Júlio Borges, disse que a clínica móvel será equipada com meios específicos para desenvolver trabalhos de aconselhamento, testagem do HIV/Sida e vai funcionar com uma médica de nacionalidade cubana e dois técnicos médios angolanos.

A clínica móvel vai ainda permitir realizar consultas médicas nas comunidades mais distantes da sede municipal, assim como desenvolver outras tarefas relacionadas com o HIV/Sida e questões sanitárias.

Precisou que devido ao crescente movimento rodoviário e económico da região urge a necessidade de se instalar a clínica móvel em
Cacuso.

Por outro lado, Júlio Borges informou que de Janeiro a Julho do corrente ano o centro de aconselhamento e testagem voluntária do município de Cacuso realizou mil e 200 testes,dos quais 8 resultaram em positivo.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Domingo Ago 23, 2009 1:41 am

Malanje
Supervisor da luta contra Sida apela empresários a apoiar seropositivos

Malanje - O supervisor do programa de luta contra o VIH/Sida na província de Malanje, Júlio Borges, apelou hoje (sábado) aos
empresários e instituições públicas a prestarem maior apoio alimentar aos doentes seropositivos, uma vez que os medicamentos usados para a doença exigem uma alimentação saudável.

Segundo o supervisor, muitos dos pacientes que padecem da enfermidade encontram-se já em estado avançado da doença e não conseguem adquirir uma alimentação favorável a medicação anti-retroviral, por falta de apoios.

Por outro lado, Júlio Borges informou que de Janeiro a Junho, deste ano, o Hospital Dia, vocacionado ao tratamento do HIV/Sida realizou 9 mil e 483 testes, dos quais 218 resultaram em positivos com uma taxa de 2 porcento.

Neste período, refere a fonte, a unidade registou 6 óbitos por HIV/Sida, estando em acompanhamento médico 328 pessoas, entre crianças e grávidas.

A fonte disse também que durante o período em análise o laboratório de apoio ao Hospital Dia realizou 169 exames de bioquímica, 138 hemogramas, 22 exames de pesquisa de paludismo, 200 de hepatite bem como 136 exames serológico de Cd4, dos quais 29 são casos novos e 107 estão em acompanhamento.

Precisou que deste número de doentes que estão a ser acompanhados pelo Hospital Dia 235 são do sexo feminino, 73 masculinos, 20 crianças de ambos os sexos que já fazem a terapia anti-retroviral no referido hospital.

O supervisor frisou que 61 crianças nascidas de mães seropositivas, que ainda não completaram dois anos de vida, estão a ser igualmente acompanhadas pelo hospital.

A fonte revelou que das grávidas registadas apenas 22 fazem a profilaxia com anti-retroviral.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal

Re: SAÚDE EM ANGOLA

Mensagempor paulo gonçalves em Domingo Ago 23, 2009 1:42 am

Zaire
Vacinadas mais de 65 mil crianças contra a poliomielite

Mbanza-Kongo - Sessenta e cinco mil e 232 petizes, dos zero aos cinco anos de idade, foram vacinados contra a poliomielite na província do Zaire, durante a segunda fase da campanha de vacinação Viva a vida com saúde, realizada de 14 a 16 do corrente mês.



Segundo uma nota do departamento provincial de saúde pública e controlo de endemias, enviada hoje à Angop, em Mbanza-Kongo, a campanha ultrapassou às expectativas iniciais, que previa imunizar em toda parcela da província perto de 52 mil e 586 crianças.



Os municípios do Soyo e Mbanza-Kongo vacinaram o maior número de petizes, ao totalizarem 23 mil 295 e 19 mil 309, seguindo-se os do Nzeto e Kuimba, com sete mil 90 e seis mil 878 crianças, respectivamente.



Para as circunscrições do Tomboco e Nóqui, acrescenta o documento, as autoridades sanitárias imunizaram cinco mil 208 e três mil 452 crianças.



A campanha, sustenta a nota, foi assegurada por 91 equipas de vacinadores, constituídas por seis pessoas cada.
Avatar do utilizador
paulo gonçalves
Administrador do fórum
 
Mensagens: 7197
Registado: Quarta Maio 27, 2009 9:40 am
Localização: Porto Espada - Marvão - Portugal
---------

AnteriorPróximo

Voltar para ANGOLA - OUTROS TEMAS

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron